-VOTUPORANGA-SP / JUNHO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Falece o poeta gaúcho, ativista cultural e Cônsul de Poetas del Mundo

Faleceu o Poeta gaucho Paulo Monti Cônsul de Poetas Del Mundo
A Editora Alcance, direção e funcionários, têm a profunda tristeza de comunicar o falecimento de seu gerente e amigo, o poeta PAULO MONTI.

O sepultamento ocorrerá hoje, DOMINGO, dia 30 de maio, às 17h45min, no Cemitério da Santa Casa, Porto Alegre/RS. O corpo está sendo velado na capela 6.

Abaixo, poemas de seu novo livro TEMPOS DE VENTOS.


biografia:

Paulo Monti é natural de Itaqui-RS e reside em Porto Alegre, RS.
Participou, há alguns anos atrás, de concursos nacionais, como o
Prêmio Nestlé de Literatura, de jornadas de poesia no Centro de Ensino
Unificado de Brasília [CEUB] e tantos outros. Participou, também,
de concursos no 'Centro de Estudios Poéticos', Madrid - Espanha.
Obteve Menção Honrosa no “Concurso Internacional de
Poesia Livre 'Sol Vermelho' - Prêmio Celito Medeiros 2004”, vindo a
participar da antologia impressa promovida pelo concurso.
Também participa da 'Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos 12', da
Câmara Brasileira de Jovens Escritores, primeira edição, novembro de 2004.

Site próprio com poesias inéditas, intitulado 'Poesias by P@ulo Monti' em:
http://geocities.yahoo.com.br/poeta_2002br/index.htm
Editor e Diretor da Revista Literária Paralelo 30, em:
http://geocities.yahoo.com.br/paralelo_30/index.htm

poeta_2002br@yahoo.com.br

Aurora
Paulo Monti

Um sono profundo
Marcado no velho sapato corrompido pelo tempo
Aprisiona o ruflar das asas
Sonolentas da manhã.
O passeio noturno
Liberta antigas canções,
E, em coloridos poços sonoros
Vivem suaves, mas tristes
Criaturas: antigos humanóides.
Num grito isolado e quase sufocado
Algumas tímidas borboletas
Ameaçam o primeiro vôo:
O primeiro vôo...
E, nas contrações azuis da minha sombra,
Transformo-me em anjo sonoro
E musifico.
Faço-o até a última pena,
Até que a primeira estrela da manhã
Bruscamente poligonize-se em minha janela.

COLABOROU SÉRGIO GIBIM ORTEGA-CÔNSUL DE POETAS DEL MUNDO-VOTUPORANGA

Município do MS adota o guarani como língua oficial

31/05/2010 15:28
http://www.midiamax.com:80/view.php?mat_id=718884
O município de Tacuru (MS), situado a 416 km ao sul de Campo Grande, é o segundo município brasileiro a adotar um idioma indígena como língua oficial. Com a sanção do Projeto de lei em 24 de maio, oficializando a língua guarani, os serviços públicos básicos na área de saúde e as campanhas de prevenção de doenças neste município devem, a partir de agora, prestar informações em guarani e em português.
Ainda de acordo com a nova lei, a Prefeitura de Tacuru se compromete a apoiar e a incentivar o ensino da língua guarani nas escolas e nos meios de comunicação do município. É estabelecido também que nenhuma pessoa poderá ser discriminada em razão da língua oficial que faça uso e o respeito e a valorização às variedades do guarani, como o kaiowá, o ñandeva e o mbya.
O Ministério Público Federal do Mato Grosso do Sul (MPF-MS) elogia a aprovação da medida e argumenta que "o Brasil é multiétnico e que o português não pode ser considerado a única língua utilizada no País". Segundo os procuradores, o Brasil é signatário do Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos, que determina que, nos Estados em que haja minorias étnicas ou linguísticas, pessoas pertencentes a esses grupos não poderão ser privadas de usar sua própria língua.
A Convenção nº 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT) determina que, durante procedimentos legais, deverão ser adotadas medidas para garantir que os membros das minorias étnicas possam compreender e se fazer compreender em procedimentos legais, facilitando para eles, se for necessário, intérpretes ou outros meios eficazes.
Os procuradores lembram que no dia 4 de maio deste ano, durante o júri dos acusados de assassinar o cacique guarani Marco Verón, morto a pauladas em Juti (MS), em 2003, a juíza acatou o pedido da defesa para impedir que indígenas se expressassem em guarani, por meio de um intérprete. "O pedido da defesa foi contrário à Constituição Federal e à Declaração Universal dos Direitos Humanos e, por isso, o MPF abandonou o plenário. Novo júri foi marcado para fevereiro de 2011."
O primeiro município do Brasil a adotar idioma indígena como língua oficial, além do português, foi São Gabriel da Cacheira, localizado no extremo norte do Amazonas. Além do português, São Gabriel tem três línguas indígenas oficiais (Nheengatu, Tukano e Baniwa). Em Paranhos, também em Mato Grosso do Sul, tramita um projeto de lei semelhante ao aprovado em Tacuru, que propõe a oficialização do idioma guarani como segunda língua do município.
Estadão/LH

Cata-pilhas é distribuído em pontos da cidade.

Dispensers estão sendo colocados em vários pontos da cidade para descarte de pilhas e baterias; objetivo é dar destinação correta para o lixo eletrônico
Supermercados, postos de combustíveis e diversos outros estabelecimentos comerciais e instituições de Votuporanga já estão recebendo os dispensers “Cata Pilha” para depósito de pilhas e baterias. A iniciativa é feita dentro do projeto “Eletro Lixo”, da Saev Ambiental e tem a parceria da empresa Vanágua, Cemad (Centro Tecnológico de Formação Profissional da Madeira e do Mobiliário) e Coopervinte (Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis).
Mais de 30 pontos receberão as urnas. “A população poderá fazer o descarte de forma rápida e gratuita, evitando, assim, jogar estes materiais no meio ambiente e que contaminam os solos e o lençol freático”, comenta o secretário de Meio Ambiente, da Saev Ambiental, Gustavo Gallo Vilela. Com a reciclagem, os elementos químicos são reaproveitados.
Classificados como resíduos perigosos e compostos por metais pesados altamente tóxicos e não-biodegradáveis – como o cádmio, chumbo e mercúrio – depois de utilizados, a maioria desses resíduos vão para aterros sanitários ou ficam depositados a céu aberto. Os componentes tóxicos afetam o sistema nervoso central, o fígado, os rins e os pulmões. O cádmio é cancerígeno, o chumbo pode provocar anemia, debilidade e paralisia parcial, e o mercúrio pode também ocasionar mutações genéticas.
“A forma como são eliminados e o consequente vazamento de seus componentes tóxicos contaminam o solo, os cursos d’água e o lençol freático, atingindo a flora e a fauna. Através da cadeia alimentar, essas substâncias chegam, de forma acumulada, aos seres humanos”, destaca a bióloga da Saev Ambiental, Simone Neiva Rodella.
Lixo eletrônico
Segundo o instituto de Química da UFRJ, o Brasil produz 4 mil toneladas de lixo eletrônico por hora; dentro deste destacam-se pilhas e baterias. São 800 milhões de pilhas/ano; 10 milhões de baterias de celular; 12 milhões de baterias automotivas e 200 milhões de baterias industriais. A maioria desses produtos possui metais pesados em sua composição - mercúrio, cádmio, manganês e chumbo - que são prejudiciais ao meio ambiente e à saúde das pessoas. No entanto, são jogados no lixo comum, em aterros sanitários e em qualquer lugar da natureza, onde levam anos se decompondo e poluindo o solo e a água. Esse descarte perigoso é proibido por lei desde 30 de junho de 1999, pela resolução 257 do Conama.

domingo, 30 de maio de 2010

ENQUETE ENCERRADA SOBRE O OPEN BAR


Sérgio Gibim Ortega

A enquete de O novo jornal do Poeta Gibim sobre "Você é a favor da proibição do Open Bar em Votuporanga".
Está encerrada a votação e com 53 votos, onde 38,71% optou para a continuação do Open Bar e 15,28% opinou para a proibição do mesmo.
Agradecemos cada pessoa, cada amigo que votou neste polémico assunto onde o Ministério Público já elaborou alguns medidas para a realização de festas nesta cidade de Votuporanga.
Portanto o caso já está abafado e com certeza há continuação do Open Bar. Mas, com umas medidas da justiça para que se pudesse continuar. É claro que na verdade, quando se tocou no assunto do Carnavotu, a conversa foi outra. Uma vez que certos eventos se compara ao Carnavotu, onde envolve grande autoridades municipais. Onde este Carnaval fora de época trás para cidade turistas e renda para este município.
Portanto ficou aí também a enquete deste Poeta Gibim. Lembrando sempre que a maioria opinou em continuar o Open Bar.
Também é importante lembrar que se há um comércio dos grandes empresários, os pequenos também podem ter... Se há sol, é para todos.
Lembramos que as festas não é tanto culpada dos jovens de hoje que se embebedam. E que aquele caso ocorrido, com certeza os adolescentes estavam de consciência e sabiam o que estavam fazendo para ter espancado aquele outro jovem que está em coma e não sei se viverá mais. E que há falta de justiça neste país e não se culpa tanto a bebida. Cada um bebe se quiser. Cada um cuida da sua vida e saberá respeitar o próximo. Aqui o poeta fala.

VOCÊ SABE QUE DIA COMEMORAMOS DIA 31 DE MAIO?


31 · Dia do Comissário de Bordo
31 · Dia Mundial das Comunicações Sociais
31 · Dia do Espírito Santo

CASTRAÇÃO DE ANIMAIS

CARDOSO-SP
Prefeito João da Brahma assina convênio na Secretaria do Meio Ambiente
20 de Maio de 2010
     O Prefeito Municipal João da Brahma de Oliveira da Silva foi assinar esta semana o Convênio de Castração e Identificação de Animais através de emenda parlamentar do deputado Feliciano Filho no valor de 80 mil reais.

O programa visa identificar e contabilizar o número de animais em cada bairro para a castração, diminuindo a incidência de abandono e evitar o crescimento da população de cães doentes nas ruas, cuidando da saúde pública.

sábado, 29 de maio de 2010

Morre o ator americano Dennis Hopper aos 74 anos

LOS ANGELES — O ator americano Dennis Hopper morreu na manhã deste sábado aos 74 anos de idade em sua casa em Venice, Califórnia (oeste), após uma longa batalha contra um câncer de próstata, informou o representante da estrela de Hollywood à AFP.

O ator do clássico "Sem Destino" ("Easy Rider" - 1969), que comemorou seu último aniversário no dia 17 de maio, "faleceu cercado por sua família no sábado às 08h15 locais (13h15 de Brasília), devido a complicações causadas pela metástase do câncer de próstata", disse seu representante Sam Maydew em um comunicado fornecido à AFP.

Hopper anunciou no final do ano passado que travava uma batalha contra um câncer de próstata e nos últimos meses também esteve envolvido em um difícil processo de divórcio de sua quinta e última esposa, Victoria Duffy, com quem teve uma filha em março de 2003.

Em abril, uma juíza ordenou que Dennis Hopper, em fase terminal de câncer, pagasse uma pensão de 12.000 dólares mensais para sua esposa e para a filha de sete anos.

Sua última aparição pública ocorreu em 26 de março, quando, com uma aparência muito debilitada pela doença, recebeu uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood em reconhecimento aos seus mais de 50 anos de carreira, com papéis notáveis em "Juventude Transviada" ("Rebel Without a Cause"), ao lado de James Dean, em 1955, "Apocalypse Now" (1979) e "Veludo Azul" ("Blue Velvet" - 1986).

Durante a cerimônia realizada diante do Teatro Egyptian, no coração do boulevard Hollywood, bairro turístico ao norte de Los Angeles, o ator estava acompanhado de seus colegas Viggo Mortensen e Jack Nicholson, e considerou: "Todos aqueles que convidei hoje aqui, e obviamente alguns que não convidei, enriqueceram minha vida enormemente".

Será exatamente sobre essa estrela que está prevista a primeira homenagem neste sábado ao ator, pois a Câmara de Comércio de Hollywood organizou um ato para as 20h30 GMT (17h30 de Brasília) no qual serão depositadas flores e cartas de lembranças de seus fãs no local.
FONTE-AFP

Dado consegue elevar agência do INSS à classe B


Da Redação A agência da Previdência Social de Votuporanga será elevada da classe C para a B. A conquista é do deputado federal João Dado (PDT), que desenvolveu um intenso trabalho junto ao Ministério da Previdência Social. O anúncio oficial será feito no próximo dia 4, quando estará em Votuporanga o ministro Carlos Eduardo Gabas. Também deve vir a superintendente regional do INSS em São Paulo, Elisete Berchiol da Silva Iwai. A elevação vai proporcionar à agência local mais autonomia, com a ampliação de benefícios e cargos de chefia, inclusive com a instalação da Procuradoria da instituição, o que proporciona mais agilidade na análise dos processos de aposentadoria. “Para nossa cidade é uma grande conquista, pois Votuporanga é a líder da região e merece ter uma agência de nível superior. É um ganho muito grande”, destacou o deputado Dado. “Convidamos o ministro, que é de Araçatuba, a vir até Votuporanga, para transmitir a notícia, oficialmente, ao prefeito Júnior Marão”, acrescentou o deputado. A agência local pertencia à classe B em 2000 e foi rebaixada para a C, por decisão política, no governo de Fernando Henrique Cardoso, embora possuísse toda estrutura para ser B, como, por exemplo, prédio próprio. Na ocasião, o então vereador Chino Bolotário e o deputado Dado trabalharam para reverter o processo, porém, o governo elevou a agência de Fernandópolis para a classe B, que não possuía sede própria. De acordo com Dado, já no governo Lula a agência de Votuporanga foi considerada uma das melhores e modelo para todo o País. “Estamos desenvolvendo gestões junto ao Ministério faz quatro anos e agora fomos premiados com essa conquista”, comemora o deputado. Segundo ele, apenas duas agências do Estado de São Paulo estão passando por esta readaptação, a de Votuporanga e a de Birigui. A Previdência Social é uma instituição pública que tem como objetivo reconhecer e conceder direitos aos seus segurados. A renda transferida pela Previdência Social é utilizada para substituir a renda do trabalhador contribuinte, quando ele perde a capacidade de trabalho, seja pela doença, invalidez, idade avançada, morte e desemprego involuntário, ou mesmo a maternidade e a reclusão. Sua principal missão é “garantir proteção ao trabalhador e sua família, por meio de sistema público de política previdenciária solidária, inclusiva e sustentável, com o objetivo de promover o bem-estar social.” A rede de atendimento ao público da Previdência Social é composta por unidades de atendimento fixas e móveis. Atualmente são 1.209 Agências da Previdência Social, como a de Votuporanga, responsáveis pela inscrição do contribuinte, para fins de recolhimento, bem como pelo reconhecimento inicial, manutenção e revisão de direitos ao recebimento de benefícios previdenciários e ampliação do controle social. A agência de Votuporanga tem como titular Neusa Maria Pereira Rodrigues.
FONTE-JORNAL À CIDADE DE VOTUPORANGA

CUIDADO! BANDIDOS LIGAM EM TELEFONES PARA ROUBAR



Sérgio Gibim Ortega


Minha esposa recebeu as crianças de um dos vizinhos, sozinhas as crianças teriam recebido ligação em que dizia que sua mãe teria levado um tiro na perna.
A criança pediu ajuda a minha esposa, que imediatamente foi atender ao telefone e verificar.
Eles pediam também um valor de três mil reais e quando colocou a voz da vizinha. Minha esposa não reconheceu a voz notou imediatamente que não era a vizinha, e sim bandido tentando um roubo. Imediatamente ela conferiu ligando do celular para a vizinha que estava bem e bateu o telefone na cara do bandido.
Cuidado com o telefone residencial gente que está cada vez mais perigoso. As empresas colocam nomes e endereços na lista e aí está a causa do trote perigoso.
Não acreditem em ligações assim e tentem calmamente resolver o problema da melhor maneira possível.
Não deixem crianças sozinhas em casa que é muito perigoso e é proibido pela justiça.
Isto aconteceu aqui em Votuporanga e a esposa do Poeta Gibim passou por isso.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Morre bebê esfaqueado pelo pai no Rio Grande do Sul

sexta-feira, 28 de maio de 2010 8:55

Do Diário OnLine
3 comentário(s)
Morreu na madrugada desta sexta-feira a menina de três meses que foi esfaqueada pelo pai em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Ele estava internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital da Criança Conceição havia um dia.

O crime ocorreu na madrugada de quinta-feira na casa da família. O bebê foi encontrado com ferimentos no peito e na axila e levado em estado grave ao hospital. O pai foi preso próximo à residência e, de acordo com a polícia, tentou se matar com a faca que agrediu a filha, mas foi impedido pelos policiais.

À polícia, ele relatou que sua intenção era assassinar a esposa e depois cometer suicídio, mas, como ela fugiu, acabou ferindo a filha. A ocorrência foi registrada na 3ª Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Porto Alegre.
DIÁRIO DO GRANDE ABC

Consultório Municipal cadastra Grupo de Tabagismo

Fumantes atendidos pelo Consultório Municipal podem se cadastrar; O “Dia Mundial Sem Tabaco” é comemorado na data de 31 de maio
Criado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o “Dia Mundial Sem Tabaco” comemorado na data de 31 de maio, tem o intuito de sensibilizar o maior número de pessoas sobre os males causados pelo consumo do tabaco e seus derivados. A equipe do Consultório Municipal aproveita esta data para divulgar o cadastramento de fumantes atendidos pela Unidade para participarem do Grupo de Tabagismo.
As reuniões começam a partir de julho, às quintas-feiras, das 19h30 às 20 horas na própria Unidade, que fica no Jardim Bom Clima. Os interessados devem comparecer no Consultório Municipal e fazer o cadastro.
De acordo com a enfermeira Nayana Nasso de Souza, durante as reuniões os pacientes serão orientados de como o cigarro pode atingir a saúde, conhecerão a história do tabaco, além de serem acompanhados durante o tratamento.
Mais informações sobre o Grupo de Tabagismo pelo telefone 3423-2223.

Prefeitura conclui serviços na praça em Simonsen


Equipes da Secretaria de Serviços Urbanos realizaram serviços de limpeza, podas e reparos na praça do distrito, além da operação tapa-buracos
A Prefeitura de Votuporanga concluiu esta semana, os trabalhos de limpeza e manutenção na praça do Distrito de Simonsen. Segundo o secretário de Serviços Urbanos Waldir Petenucci “além da poda nas árvores e arbustos, nossa equipe providenciou reparos no calçamento, nas guias, rampas de acessibilidade e uma série de outras benfeitorias, trabalhos que foram recebidos com muita alegria e satisfação por parte dos moradores”, disse. Nas ruas do entorno da praça, foi realizada também a operação tapa-buracos.

EDITORIAL DE 28 DE MAIO DE 2010

Queridos amigos e amigas, que estão sempre visitando o meu jornal. Sempre agradeço e que Deus abençoe por dar preferência ao meu blog.
Sempre escrevo algumas poesias e o resto procuro algumas notícias. Sei que têm sido poucas as notícias, mas de preferência da minha cidade de Votuporanga. É muito corrida a minha profissão junto à empresa que trabalho, e por isso não tenho tanto tempo para procurar minhas propias notícias. Minhas notícias quando escrevo falo a verdade e sem ofender, mas apenas deixar minha idéia ou mostrar quando há um consumidor errado também se preciso for. E quanto as notícias de um modo geral, deixamos a fonte.
Temos até tido uma boa votação na maquete sobre Continuar ou não o Open Bar, apesar de o promotor de justiça já ter dado o seu veredito. Mas o que importa é que estamos mostrando aqui a verdade sobre a votação que prefere a continuidade do Open Bar. Mais dois dias vamos deixar registrados aqui a nossa maquete. É muito grato de o nosso blogueiro também o Roberto Martins ter nos indicado em seu blog a respeito de nossa maquete, dizendo que é honesta por se tratar de registro de IP. É pura verdade, porque eu até tentei votar duas vezes e não consegui. O nosso amigo Roberto Martins, dono do Blog Roberto Lamparina, sempre está escrevendo e colaborando com a gente, por isso agradecemos mais uma vez. Os poetas que mandam poesias pra gente, o pessoal e amigos do Orkut, também agradecemos.
Já é tarde, já passou da meia noite desta Sexta-feira e o poeta está aqui tentando escrever um pouco mais a vocês.
Saudações poéticas a todos!

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Menino espancado morre no hospital

Última atualização em 27/05/2010, às 21h12
Dicler de Mello e Souza
Volta Redonda

O corpo de Davi César da Silva Maciel, de 4 anos, será sepultado às 9h de amanhã no Cemitério Portal da Saudade. A criança morreu na manhã de ontem em um hospital especializado no atendimento médico infantil, onde ele estava internado há uma semana, em coma. Davi sofreu uma hemorragia cerebral, após ter sido espancado.

O acusado da agressão é o padrasto do menino, o marmorista e professor de capoeira Leilson Araújo do Espírito Santo, de 32 anos. O acusado foi indiciado por crime de tortura e está preso na Casa de Custódia de Volta Redonda. O espancamento teria ocorrido no dia 18, na casa de Leilson, no bairro Padre Josimo.
FONTE-DIÁRIO DO VALE/PARTE DA MATÉRIA

Município é contemplado em R$ 150 mil para recape na zona norte

O prefeito de Valentim Gentil, Adilson Segura, foi informado pelo governo estadual de que seu município será contemplado com recursos da ordem de R$ 150 mil. A verba, proveniente de emenda parlamentar do deputado estadual Gilmaci Santos (PRB) à Secretaria de Economia e Planejamento, será utilizada na realização de obras de recapeamento asfáltico na zona norte da cidade.

De acordo com o projeto apresentado pela Prefeitura, serão recapeados trechos de cinco ruas: Benedito Garcia dos Reis, Ivo da Silva Melo e João de Gaspari, no bairro Jardim Recanto dos Bem-Te-Vis; Antonio da Silva, no Jardim Espanha; e Caetano Buosi, no Jardim
FONTE-JORNAL REGIÃO NOROESTE/PARTE DA MATÉRIA

quarta-feira, 26 de maio de 2010

HOMEM MORREU ENFORCADO EM VOTUPORANGA



Sérgio Gibim Ortega
Segunda as informações um homem foi encontrado pelo filho enforcado em Votuporanga ontem dia 25, não soubemos o motivo.
segundo dizem que a esposa estaria em estado de choque.
há comentários que foi na Rua Minas Gerais, o poeta não sabe direito, já que nem um dos jornais se manifestaram ou o caso foi abafado.Por enquanto sem mais não podemos esclarecer. Mas segundo comentários é o que se diz.
É profundamente muito triste alguém tirar a vida e deixar o filho ainda ver.
É profundamente o filho ver papai se enforcou. Lamentável o fato.
SOBREVIDA
(prostituta)

Orides Siqueira

Moça bonita de pouca idade
Parece até estar na puberdade
Anda semi nua enfeitando as calçadas
Cheia de pesada maquiagem
Quem olha parece que esbanja felicidade
Vendendo por vintém tributos da mocidade
Seu corpo bonito por Deus aperfeiçoado
Para poder comer alimenta este mercado
Com sua força descomunal
Vai as ruas ser vendida como animal
Ninguém consegue desfazer
Tamanha estupidez
Para matar a fome
Sua beleza consome
Quando chega policia corre não quer relação
Evita complicação
Ver estas crianças na escola e tudo que eu quero
Mais com tudo que vejo, já nada mais espero
Para sobreviver levam esta vida dura
E o pior de tudo é que sei que não tem cura


terça-feira, 25 de maio de 2010

Lucélia Santos se apresenta em Votuporanga domingo

As Traças da Paixão será encenada no Teatro Municipal, às 20h30, com entrada gratuita

A Prefeitura de Votuporanga traz, neste domingo (28/05), às 20h30, no Teatro Municipal “Tenente Mário Bernardes”, com entrada gratuita, mais um espetáculo inédito e, desta vez, com participação de Lucélia Santos, do Circuito Cultural Paulista. “As Traças da Paixão” é um espetáculo que trata sobre amor, humor, verdades e mentiras. A peça tem duração de 65 minutos e é indicada para maiores de 14anos.

De acordo com a sinopse do espetáculo, a peça parte da estória real de uma mulher que se dizia ser a princesa Anastácia Romanov. O texto conjuga humor e poesia e se desenvolve através das relações entre dois personagens arquetípicos do imaginário brasileiro: Marivalda, a dona de um bar de beira de estrada que se fez sozinha no mundo, e Paco, o malandro desocupado e sem rumo nem parada.
Eles assumem, ao longo da peça, várias nuances para os papéis com sentimentos e relações distintos numa ambígua narrativa em torno de um casal, onde qualquer um pode se imaginar sendo qualquer outro.
A peça é do autor Alcides Nogueira, dirigida por Marco Antonio Braz, com Lucélia Santos e Maurício Machado no elenco. Um grande duelo entre os personagens Marivalda e Paco, que reproduz o jogo teatral com todos os seus arquétipos.
Com a previsão é de reunir grande público, a Secretaria da Educação, Cultura e Turismo distribuirá 370 senhas para quem tiver interesse em assistir a peça. A distribuição ocorrerá no Teatro Municipal na quinta-feira, das 14h às 17h, e na sexta-feira, das 8h às 17h. Mais informações pelo telefone 3405-9750.

BACONLÂNDIA

Roberto Martins


O gênio da indústria americana de automóveis, Henry Ford, notabilizou-se por criar o sistema industrial de “linha de montagem”, onde o automóvel passou a ser construído em série, popularizando assim a sua condição comercial.

Já no final de década de 20, Henry Ford no auge da sua inovação industrial se depara com dificuldades na demanda crescente de borracha para confecção dos pneus e de outros componentes automotivos necessários na sua linha de montagem. Só entre 1920 e 1922, a quantidade de matéria-prima necessária para fabricação de pneus saltou de 19400 para 67100 toneladas. A borracha, obtida do látex extraído de seringueiras plantadas na Ásia, era monopólio inglês. Ford tentou driblar este monopólio e aproveitando-se de um estudo feito havia quatro anos pelo governo americano sobre a possibilidade de obter látex no Brasil, chamado American Rubber Mission, resolveu criar um braço amazônico para sua companhia, criando um projeto megalomaníaco para suprir suas necessidades desta matéria-prima aqui no Brasil, mais precisamente, no interior da selva amazônica.

O audacioso projeto incluía a construção de duas cidades à beira do Rio Tapajós, no estado do Pará, mas devido a uma sucessão de erros o projeto fracassou completamente depois de dezoito anos da sua implantação, deixando um saldo negativo de 9 milhões de dólares, da época.

O projeto de Ford já nasceu fadado ao fracasso, pois ao invés de negociar a concessão de uma área destinada à implantação do projeto junto ao governo brasileiro, que certamente teria lhe cedido gratuitamente em troca do desenvolvimento da região, os representantes da Ford Motors Company foram recepcionados no Pará pelo cafeicultor Jorge Dumont Villares, que lhes concedeu 1 milhão de hectares de terras que ele havia ganhado do governo do Pará, ao preço de 125 mil dólares. A Fordlândia (nome do local onde foi montada a primeira planta do projeto) nascia, dessa forma, de um golpe dado pelo brasileiro no americano, em cima de um terreno montanhoso – e ainda por cima impróprio para o plantio de seringueiras.

Uma cidade foi erguida no meio da floresta amazônica e como o acesso era impossível por terra, vieram dos EUA dois navios carregados com todos os insumos necessários para a construção da cidade e até as mudas de seringueiras que seriam plantadas. Em 1928 as casas já estavam prontas e parte do projeto de plantio já havia se iniciado. Jornais de todas as partes do Brasil propagandeavam a necessidade de mão-de-obra na região, dando notícias de um paraíso no meio da selva que recrutava trabalhadores - até sem experiência -, e pagava ótimos salários, com infra-estrutura de moradia e cobertura social completa. O alvoroço foi geral, pessoas de todas as partes do país se dirigiram pra lá e, uma vez lá, se depararam com uma realidade diferente da prometida.

Na Fordlândia a economia era fechada e tudo era centralizado e sob o comanda da empresa. Assim, o ótimo salário oferecido era minguado pelos descontos de tudo, moradia, alimentação, atendimento médico, até das ferramentas usadas no trabalho. Com o clima de floresta, as doenças entre os trabalhadores eram freqüentes e as dispensas eram efetuadas sem que o doente tivesse a assistência médica necessária ao seu restabelecimento.

A administração da Fordlândia se compunha de administradores americanos que vieram dos EUA com suas famílias. Moravam em ótimas casas construídas no projeto sob os padrões americanos de conforto, com campo de golfe, piscina, quadra de tênis, clubes e cinema, enquanto a casa dos trabalhadores era simples e sem nenhum conforto.

A cidade administrada por americanos, sob a regência social dos padrões americanos, causava descontentamento entre os trabalhadores, pois estavam acostumados a viver sob a influência cabocla regional marcada pelo ciclo do sol, e não se habituavam as leis rígidas impostas pela administração americana, marcada por turnos de serviços determinados pelos toques de sirene e com pequenos intervalos de descanso entre os ciclos. Havia relógios de ponto por toda parte. Os trabalhadores entranhados no meio da selva se sentiam oprimidos pelas rígidas obrigações do trabalho, a vastidão da floresta e a falta de diversão ou entretenimento que aliviasse esta carga social, pois também não era permitido o comércio de bebidas alcoólicas nos seus limites. Esta rigidez de costumes fazia com que a Fordlândia não fosse um local interessante de se morar, e a rotatividade de mão-de-obra era constante, pois a maioria não se habituava a prática severa exercida sobre os trabalhadores brasileiros e partiam dali. Aqueles que conseguiam ficar criaram práticas alternativas de diversão, como a cachaça contrabandeada que entrava no povoado pelo Tapajós dentro de melancias, e uma área na margem contrária do Tapajós, que ficou conhecida como a ilha dos inocentes e se consolidou como reduto de liberdade, com bebidas e mulheres à vontade. Prostitutas vindas de Belém e de Santarém migraram para o local e aliviavam a tensão na Fordlândia. O que a empresa americana permitia sobrar nos bolsos dos trabalhadores, as meretrizes aliviavam.

A relação social dificultada pelas diferenças culturais entre trabalhadores brasileiros e a administração americana do povoado foi deflagrada num motim que ficou conhecido como “quebra-panelas”, onde os insurretos, debaixo de gritos de “abaixo o espinafre”, se rebelaram contra a determinação da administração de servir espinafre quase todos os dias nas refeições. Os caboclos queriam a tradicional farinha com feijão, a carne seca e o abundante peixe regional na sua alimentação diária. Sofriam com a dieta alimentar do Popeye

Com o plantio atacado pelo mal-das-folhas, fungo que reduzia a produção de látex e acaba até por matar a árvore, o ritmo de implantação de seringais era lento. Em 1929 eram 400 hectares, vindo ainda em 1931 a se tornar 900 hectares, muito longe da meta inicial que era de 200 mil hectares.

Entre todas estas dificuldades o projeto se arrastava, mas depois do fim da Segunda Grande Guerra, Henry Ford teve o sonho abortado no projeto amazônico pela entrada da borracha sintética no mercado mundial, onde passou a ser produzida em larga escala em países como Japão, Alemanha e Rússia, o que tornou a borracha natural desinteressante. Além disso, a idéia de terceirização na montagem já estava ganhando força nas linhas e não se fazia mais necessário o esforço do montador em produzir todos os componentes de um automóvel.

Em 1945 o Grupo Ford abandona o projeto na Amazônia sem que o seu fundador tenha colocado o pé na sua planta. Vendeu o que restou do projeto ao governo brasileiro por 250 mil dólares. O que restou foram duas cidades quase fantasmas, Fordlândia, que hoje está entregue ao mato e outro povoado empreendido 50 km adiante, erguido para fugir da má condição climática e da geografia equivocada de Fordlândia. Belterra, como se chamou este segundo povoado, pela sua proximidade de Santarém tornou-se hoje um município com algum desenvolvimento e tem uma população aproximada de 17 mil habitantes.

Esta é só uma passagem histórica de mais um ciclo de exploração sem sucesso na Amazônia brasileira, a exploração irresponsável que segue o caminho da extração das suas riquezas, sem o devido estudo e preparação para o futuro, resultado do imediatismo nos lucros com que se manifestam os interesses dos que alavancam projetos mirabolantes dentro de uma diversidade e de uma condição inóspita inigualável. A lição deixada por esta passagem histórica reflete a frase que ficou conhecida por descrever verdadeiramente a região amazônica. “A Amazônia é uma terra rica, de homens pobres”.

Muitas décadas se passaram e no interior paulista alguns destemidos senhores empreendedores resolveram aperfeiçoar o projeto Fordlândia, corrigir seus equívocos e suas imperfeições, retirando deste novo projeto todos os lucros que Henry Ford não conseguiu. Trata-se do projeto BACONLÂNDIA.

O projeto consiste basicamente no ciclo explorativo das benesses vindas das lucrativas relações políticas entre o poder público e o privado, sem se produzir absolutamente nada, somente administrando de forma proveitosa os interesses desta relação obscura. É a forma mais limpa de se produzir capitais, pois nada arriscam, nada plantam, nada fabricam, nada comercializam, há não ser as próprias ações e relações.

Uma vez alçado um membro empreendedor deste projeto na administração pública, dentro do poder que de fato executa tudo, este canaliza e cria as ilusões necessárias para a cortina de fumaça que cobrirá a visibilidade de toda uma população de interessados. O próprio aproveitamento desta condição propicia a formação do capital empreendedor que alimentará esta ilusão.

Seguem a risca a cartilha de Ford, pois se fizeram donos de tudo e nós pagamos caro por qualquer coisa. Se quisermos abrir algum negócio, temos que pedir pra eles, depender da ajuda deles para que empreendam as instalações. Ao final, nós seremos meros locatários deles. Se o nosso negócio for contra os interesses deles, nada feito, todo tipo de obstáculo será colocado na nossa trajetória. Enfim, moramos de aluguel nas casas deles, boa parte das instalações públicas pagam aluguéis exorbitantes pra eles e nada acontece no povoado sem que não seja da vontade deles. Não temos um local diversificado de compras, pois os velhos e arcaicos comerciantes fazem parte do projeto BACONLÂNDIA, gente que não permite que se instale no povoado um comércio ágil e dinâmico, que faça concorrência para esta velha fórmula da venda de “cumpadi”, onde o consumidor deve encostar o carro na porta da sua loja e não terá tempo e nem espaço para fazer uma tomada de preços, caindo na armadilha e nas garras do velho comerciante que espera o consumidor na porta da sua loja, às vezes até servindo de flanelinha para o consumidor na hora de estacionar.

Shopping??? Só se for empreendido pelo empresário-mor que está à frente do projeto BACONLÂNDIA (vêm novidades por aí). Supermercados??? Só se for das duas redes já existentes e que abastecem o braço do assistencialismo imoral implantado na cúpula da assistência social do povoado. Cultura??? Só se vier das mãos aleijadas do parente postiço do prefeito do povoado. Esporte??? Agora inventaram uma versão profissional do esporte bretão para aliviar os bolsos do povo e servir de lavanderia ao mesmo tempo, mas, o tradicional incentivo as competições amadoras..., a planilha de custos deve estar jogada em algum canto lá na secretaria de esportes. Lazer??? Que me corrijam os libertos, mas lazer público, só sobrou à feira de quinta e o CLT Bufo ictericus, quando não é tempo de infestação do aedes aegypti, pois aí o risco é iminente.

Corrigindo os erros de Ford, os empreendedores do projeto BACONLÂNDIA liberaram a cachaça e promovem espetáculos pagãos deprimentes duas ou três vezes no ano para encher os bolsos dos protegidos do projeto de dinheiro, arrebatar eleitores simpatizantes (afinal quem não gosta de uma boa orgia, até eu que sou bobo) e alimentar o fogo da cortina de fumaça que encobrem todas as outras tantas ações implícitas, como desvio de dinheiro público, tráfico de influência e outros delitos até mais graves. Esta suposta presunção de liberdade que as festanças liberadas invocam é um delírio para o povão, pois se sentem incluídos e parte da festança. Mal sabem eles que, pagam a festa para que os grandões do projeto BACONLÂNDIA possam se divertir gratuitamente às suas custas.

Para que os colonizados não sofram a opressão da mesmice e não percebam a estagnação total das suas vidas direcionadas em estado de quase escravidão, além das festanças pagãs, outro negócio também floresceu com vigor no povoado. As chacrinhas destinadas à prostituição se multiplicam e este é o termômetro indicativo de que tudo está sob controle e dentro das metas pré-estabelecidas pelos planos de colonização.

O salário mínimo no povoado gira em torno do valor de 2 litros de uísque paraguaio, umas 4 latinhas de energético do mais barato e três kits contendo uma grama de pó e um comprimido de êxtase. Quem tem cartão de crédito pode esticar o mês e jogar à fatura para o seguinte. Quem sabe numa animada balada na Boate Tolo Mais, você não tem uma parada cardíaca e vai a pino, ou então é espancado até a morte pela gang de mauricinhos ou pelos seguranças da casa, não precisando pagar a fatura?!

No projeto Fordlândia os insurretos marcharam pra cima dos opressores para que Fordlância se tornasse um local digno de se trabalhar e possível de se morar.

No projeto BACONLÂNDIA não existem insurretos, o que insinua que o projeto de paraíso de se morar é nítido, mesmo não sendo um local de trabalho digno, todos se sentem confortáveis na condição de locatários do povoado e não de proprietários do povoado.

No resumo destas duas experiências empreendedoras, o resultado é a uma constatação parecida com a da região amazônica. “BACONLÂNDIA também é uma terra rica de homens pobres, porém administrada por meia dúzia de ricos que são pobres em todos os sentidos”, principalmente naquilo que o homem possui de muito precioso, sua moral.

TRAGÉDIA: Ajudante morre após acidente em vicinal


25/05/2010 - Karolline Bianconi de Souza

Nivaldo Cardoso de Andrade, 35, teria sido atingido quando conduzia sua bicicleta pela zona rural de Votuporanga. O ajudante de motorista Nivaldo Cardoso de Andrade, 35, morreu na tarde de sábado, na vicinal Herbert Vinícius Mequi, na zona rural de Votuporanga.
Familiares disseram à reportagem que Andrade saiu de casa por volta das 13h30 de sábado e passou em vários lugares, mas descartaram que ele teria ingerido bebida alcoólica.
A vítima seguia para o sítio do pai, Luiz Cardoso de Andrade, que fica em Álvares Florence, onde passaria o final de semana.
Ocorrência
O boletim de ocorrência registrado pela Polícia Civil informava que o contador E.R.R., 29, conduzia um Vectra, cor preta, placas de Votuporanga, no sentido Votuporanga a Álvares Florence. Com ele seguia a esposa W.C.M.A., 29.
No quilômetro 8, o condutor teria colidido na traseira da bicicleta da vítima. Andrade foi socorrido pelo Resgate do Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos. A passageira do Vectra sofreu ferimentos.

Versão
A reportagem entrou em contato com o motorista para obter sua versão sobre o acidente. Ele afirmou que fazia o trajeto informado no boletim de ocorrência e, ao cruzar com um carro, que seguia no sentido contrário, o farol do outro veículo teria atrapalhado sua visão, momento em que teria atingido o ciclista. O motorista destacou que permaneceu no local até a chegada do Resgate para prestar socorro à vítima.

Vida
Andrade trabalhou durante 16 anos na Indústria Facchini e, há dois meses, estava na empresa Pinheiral. Casado com Márcia Andrade deixa os filhos Vinícius Favaro de Andrade, 13; Juliana Carolina Favaro de Andrade, 10; e Mateus Favaro de Andrade, 7. Deixa também os irmãos Valdir Cardoso de Andrade; José Carlos de Andrade; Ivair Cardoso de Andrade; e Marilza Cardoso de Andrade. Natural de Cardoso, residia havia 18 anos em Votuporanga tendo como último endereço a rua Leonardo Commar, n.º 2644, no Pozzobon.
FONTE-DIÁRIO DE VOTUPORANGA

segunda-feira, 24 de maio de 2010

SONHO

Sérgio Gibim Ortega

Toda a pessoa tem um sonho.
Este sonho um dia poderá
Ser realizado... Porque todos
Nós somos filhos de Deus.

REFLETINDO

Sérgio Gibim Ortega

Rabisquei estas palavras
E saiu esta poesia,
Pensando neste mundo:
-Quantos momentos,
de encanto nesta
adorável Terra.
Se a natureza é linda,
E calma...!
-Porque os homens
São maus e cruéis?

FORMAS DE ECONOMIZAR ÁGUA

(FOTO) http://bioblogpe.blogspot.com/2008/11/o-problema-torneira.html
Você sabia que...
existe várias formas de economia? Confira
-Ao fechar a torneira enquanto se escova os dentes, a economia é de 11 litros? -Uma torneira gotejando, gera um desperdício de 46 litros por dia? -Uma torneira aberta em forma de filete, o desperdício é de 180 a 750 litros de água tratada por dia? -Uma torneira aberta, com a lâmina de água correndo normalmente (baixa pressão) o desperdício é de 8,5 mil a 12 mil litros por dia? -Jorrando em forma de jato, o desperdício é de 25 mil a 45 mil litros por dia? -Ao fazer a barba com a torneira fechada o consumo cai de 12 para 2 litros? -No banho, mantendo a torneira fechada ao ensaboar-se a economia pode chegar a 50 litros? -Ao lavar um carro com a ajuda de um balde, o desperdício diminui em 70 litros? -Ao regar as plantas ou um jardim médio, pela manhã ou à noite, a evaporação é menor e a economia chega a 100 litros? -Ensaboando todos os utensílios da cozinha e só depois enxaguar a economia média é de aproximadamente 120 litros? -Ao lavar a calçada ou quintal fazendo o uso da vassoura a economia é de 60%? -Ao funcionar a máquina de lavar com sua capacidade máxima, o consumo cai 40%? -A má regulagem das válvulas e bóias de reservatório de vaso sanitário é campeã do desperdício, podendo um único vaso jogar para o esgoto cerca de 10 mil litros de água potável por mês?
Data: 28/04/2006
FONTE-SITE SAEV DE VOTUPORANGA

Baixista do Slipknot é encontrado morto


24/05/2010-18h45

DE SÃO PAULO

O músico Paul Gray, da banda Slipknot, foi encontrado morto nos EUA. Ele tinha 38 anos.
O corpo foi achado sozinho em um quarto de hotel no Estado de Iowa na manhã desta segunda-feira. A polícia vai investigar as circunstâncias da morte.
Gary foi preso em 2003 por posse de cocaína e maconha após provocar um acidente de carro. Ele era casado com Brenna Paul, que está grávida do primeiro filho do casal.
A banda é conhecida por usar máscaras em suas apresentações e seus integrantes são conhecidos por números. Gray, um dos fundadores do grupo, é o número 2.
O Slipknot foi formado em 1995 em Des Moines, Iowa, e tem quatro álbuns de estúdio. O mais recente, "All Hope is Gone", foi lançado em 2008. Eles tocaram no Brasil em 2005.
FONTE-FOLHA.COM

Dia do Desafio será nesta quarta-feira dia 26

Além de incentivar a prática de atividades esportivas, Votuporanga quer manter a tradição de nunca ter perdido o Challenge Day
A Prefeitura de Votuporanga coordena, nesta quarta-feira (26/05), a prática de atividades físicas durante o Dia do Desafio (Challenge Day), um evento coordenado em todo o continente americano pelo Sesc-SP. De acordo com a coordenadora da Secretaria de Esportes e Lazer, Valéria Conceição, as empresas e instituições estão aderindo ao projeto, “o que faz prever que a cidade deverá atingir o objetivo, que é o de conscientizar as pessoas sobre a necessidade da prática diária de algum tipo de exercício”.
A competição será realizada entre 0 hora e 21 horas da próxima quarta-feira e Votuporanga tentará manter a hegemonia, enfrentando a cidade mexicana de Abasolo, do Estado de Guanajuato, que possui 89 mil habitantes e é um importante centro de produção agrícola, que destaca-se também pelo balneário de La Caldera e pela zona arqueológica de Peralta.
Segundo Valéria “as disputas foram definidas por meio de um sorteio, cujo critério era garantir que os adversários fossem municípios com número semelhante de habitantes”. Como se sabe, o evento propõe que as pessoas interrompam suas atividades rotineiras e pratiquem, por pelo menos 15 minutos consecutivos, qualquer tipo de atividade física. O vencedor será aquele município que mobilizar a maior porcentagem de pessoas em relação ao número de habitantes.
Valéria pede para que as escolas, empresas, órgãos municipais e demais grupos de cidadãos que pretendam participar, entrem em contato urgente com a Secretaria de Esportes e Lazer. “A participação poderá ser individual ou coletiva, mas é imprescindível o registro da atividade junto ao comitê organizador, caso contrário, não teremos com o auferir a quantidade de praticantes”, assinala Valéria.
As comunicações deverão ser feitas à Secretaria de Esportes e Lazer, no CSU (Centro Social Urbano), ou pelos telefones 3422.4437, 3421.4911 ou 3422.3360. A professora salienta que as atividades podem ser exercícios de alongamento, mini-caminhadas, jogos, gincanas, ciclismo e “tudo o que a imaginação despertar; o importante é se manter em atividade”, declara.
Vencedora
Votuporanga tem tradição no Challenge Day e nunca perdeu a competição. As vitórias aconteceram, em 2009, sobre a cidade mexicana de Nuevo Casas Grandes; em 2008, sobre outros mexicanos de Chiautempan; em 2007, diante dos cubanos de Guisa; em 2006, sobre San Pedro Ayampuc, da Guatemala; em 2005, outro município guatemalteco, Zacapa; em 2001, Playa Grande Ixacan, ainda na Guatemala; em 1997, contra os gaúchos de Santa Rosa e, em 96, vitória diante de Taquaritinga.

6.ª etapa da Campanha de Vacinação contra H1N1 começa hoje

As crianças de 2 a 5 incompletos devem ser vacinadas; adultos de 30 a 39 anos e gestantes poderão ser imunizados até o dia 2 de junho
Começou hoje e vai até o dia 2 de junho, a Campanha de Vacinação contra H1N1 para crianças de dois a cinco anos incompletos. Este grupo será imunizado com duas doses, uma agora e outra após 21 dias da primeira. Além disso, a imunização para adultos de 30 a 39 anos e gestantes foi prorrogada para até o próximo dia 2. De acordo com a Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Votuporanga, o prazo se estendeu devido ao município não ter atingido a meta de 80% desses grupos.
Até o último balanço, 556 gestantes foram imunizadas, 8.794 adultos de 20 a 29 anos, 3.670 adultos de 30 a 39 anos, 11.504 portadores de doenças crônicas e 1.551 bebês até dois anos tomaram a primeira dose da vacina.
Interessados devem procurar as unidades de saúde com a carteira de vacinação, caso não tenham, uma carteira poderá ser emitida no local. Mais informações na Secretaria Municipal de Saúde pelo telefone 3405-9787.

sábado, 22 de maio de 2010

"Hiper Cap Rio Preto"



Sérgio Gibim Ortega



Nunca gostei de jogo, desta vez ao passar um cambista na rua, meu amigo comprou um Hiper Cap, jogo este que é realizado ainda pela televisão aos domingos.
Então resolvi comprar também. Sempre me ofereceram e eu nunca comprei. Resolvi arriscar a sorte neste sorteio de bingo para presentear minha esposa que muito gosta de arriscar nestes tipos de bingo.
Sorteio este que é muito comentado pelo povo É depois de muito tempo fui arriscar a sorte no dia errado, quando hoje acabei vendo pelo jornal que o Ministério público Federal suspendeu o jogo no dia 21 de Maio deste 2010, dizendo que as pessoas jurídicas “Associação dos Profissionais Liberais Universitários do Brasil (Aplub)”, “Capitalização S.A.”, “Associação Aplub de Preservação Ambiental”, “CNG Corretora de Seguros” e “Maj Cap Administração e Participações”, explorariam, ilegalmente, a atividade de loteria no município de Rio Preto, segundo o Jornal O Regional.
Certamente vou querer o meu dinheiro de volta. Eles não poderiam enganar o consumidor assim, sendo que foi suspenso no dia 21 e comprei no dia 22. Porque venderam ou são os cambistas? O errado é o Hiper Cap, soltar o bingo sabendo que estava proibido pelo Ministério Público Federal. Mas vamos aguardar amanhã o sorteio.
Eu sempre falo que não acredito em jogo e me dei mal.


O Ministério Público Federal suspendeu "Hiper Cap Rio Preto"

O Ministério Público Federal suspendeu nesta sexta-feira (21), por meio de liminar, a venda do “Hiper Cap Rio Preto”, além do sorteio que aconteceria hoje, através de transmissão televisiva. Os bilhetes custam entre R$ 10 e R$ 15, sorteiam semanalmente prêmios em dinheiro e bens, como imóveis e veículos.
Para o MPF, as pessoas jurídicas “Associação dos Profissionais Liberais Universitários do Brasil (Aplub)”, “Capitalização S.A.”, “Associação Aplub de Preservação Ambiental”, “CNG Corretora de Seguros” e “Maj Cap Administração e Participações”, explorariam, ilegalmente, a atividade de loteria no município de Rio Preto.
O MPF requereu ainda que as empresas citadas na denúncia devolvam aos consumidores os valores pagos pelos bilhetes lotéricos relativos aos sorteios do “Hiper Cap Rio Preto Vida Premiável” e “Hiper Cap Rio Preto”, além do pagamento de indenização em razão do dano moral causado ao Estado e aos consumidores. O valor da causa é de R$ 1 milhão.
Na manhã de ontem, advogados do Hiper Cap seguiram para São Paulo, na intenção de conseguir uma nova liminar que liberasse o sorteio de hoje. Em entrevista à equipe de reportagem de O Regional, o advogado da empresa, Leonardo Cartelli, destacou que todas as providências estavam sendo adotadas para que os consumidores não fossem lesados.
“Estamos aqui em São Paulo no Tribunal Regional Federal, fazendo o possível e adotando todas as medidas cabíveis. Basta esperar”, contou o advogado. Até o fechamento desta edição, o pedido da liminar estava em andamento, não havendo a confirmação dos sorteio para hoje (23).
FONTE- O REGIONAL

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Peão morre pisoteado por touro no rodeio de Hortolândia

Peão morre pisoteado por touro em rodeio
Depois de cair do touro, ele foi pisado no peito

21/05/2010 - 07:03

Um rodeio na madrugada de hoje (21) em Hortolândia acabou na morte do peão Agenor Carlos dos Santos, de 35 anos. Ele foi derrubado por um touro e pisoteado. Com afundamento no peito, foi socorrido e levado para o Hospital Mário Covas, onde morreu devido a gravidade dos ferimentos.

Agenor morava em Campinas, era casado e tinha três filhos. O peão vai ser enterrado em Tupã neste sábado (22).

Eduardo Marchetti, que faz parte da organização do evento, garante que todas as normas de segurança foram seguidas e que do momento da queda ao início do atendimento foram cerca de 12 segundos. A organização garantiu também que todos os alvarás e autorizações necesssários para a realizaçao do rodeio estão em ordem. A família do peão irá receber um seguro de vida no valor de R$ 120 mil.
FONTE-IPTV.COM

Último dia para idosos se vacinarem contra a gripe

Hoje é o último dia para os idosos se vacinarem contra a gripe comum. A orientação da Vigilância Epidemiológica é que os as pessoas com mais de 60 anos procurem qualquer unidade de saúde munidas levar a carteira de vacinação. Caso, não tenha, uma carteira poderá ser emitida no local. De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica, apenas 54% vacinaram-se, enquanto que a meta estipulada é de 80%. Ao todo 6.438 idosos receberam a imunização, enquanto a meta é vacinar 11.914 pessoas. A vacinação contra o vírus H1N1, responsável pela transmissão da gripe pandêmica, também termina nesta sexta-feira. A Vigilância Epidemiológica divulgou balanço parcial da campanha e coonsta que 27,8 mil pessoas já receberam a dose da vacina entre trabalhadores da área da saúde, gestantes, portadores de doenças crônicas, crianças de seis meses a dois anos e adultos de 20 a 39 anos. A quinta etapa que começou no último dia 10 e termina sexta-feira imunizou pessoas com idades entre 30 e 39 anos. Até o último balanço, 556 gestantes haviam sido imunizadas, 8.794 adultos de 20 a 29 anos, 3.670 adultos de 30 a 39 anos, 11.504 portadores de doenças crônicas e 1.551 bebês até dois anos tomaram a primeira dose da vacina.
FONTE-JORNAL À CIDADE DE VOTUPORANGA

Venda de terrenos acontece terça-feira


Prefeitura disponibilizou 18 imóveis localizados em vários bairros da cidade; edital pode ser adquirido na Secretaria de Gestão Administrativa ou no site
A venda de terrenos pertencentes a municipalidade acontece na próxima terça-feira (25/5) na sala de licitações do Paço Municipal. A alienação é feita pela Prefeitura de Votuporanga com objetivo de gerar ainda mais investimentos na cidade. “Ao vender essas áreas ociosas, estaremos garantindo a otimização de custos de manutenção, ocupação produtiva das localidades e geração de recursos para investimento em obras e serviços para os cidadãos”, afirma o secretário de Gestão Administrativa, Miguel Maturana.
O processo será regido pela modalidade concorrência, da mesma forma como aconteceu nas primeiras vendas, ocorridas em janeiro e março deste ano. Ao todo, são 18 terrenos localizados em várias regiões da cidade: Rua dos Ipês, Loteamento Campo Limpo; Rua Tiradentes, Loteamento Jardim Yolanda; Avenida Francisco Ramalho de Mendonça, Jardim Bom Clima; Rua Bahia, loteamento Residencial Sanches; Rua Acre, loteamento Vila Nasser Marão; Avenida Pansani, Rua Ibrahim Haddad, Rua Manaus, Rua Floriano Peixoto e Rua Copacabana.
As áreas variam entre 260,27 m² e 1.551,39 m² e os valores de avaliação ficam entre R$ 30 mil e R$ 203 mil. A relação completa, incluindo localização e avaliação do valor dos imóveis pode ser encontrada aqui no site da Prefeitura, no link Licitações, onde também podem ser consultados o edital e outros anexos.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

RADIO ONLINE A VOZ DO POETA 21/5/2010

TUDO PASSA


Sérgio Gibim Ortega

A vida passa.
Momentos de alegria...
Momentos de tristezas...
Momentos que não voltam.
Nesta Terra trabalhamos,
discutimos, brigamos,
mas, às vezes sonhamos.
Soubemos sorrir
Soubemos viver...
Soubemos ser orgulhosos.
Mas pobres ou ricos,
um dia findamos.
Se soubemos fazer tudo,
ou não soubemos fazer nada.
Se soubemos quando nascemos...
Não soubemos quando morremos.
Tudo na vida passa...

04/03/1997

A Justiça é cega ... o Jui z não!!!‏

DESPACHO JUDICIAL...
DECISÃO PROFERIDA PELO JUIZ RAFAEL GONÇALVES DE PAULA
NOS AUTOS DO PROC Nº 124/03 - 3ª Vara Criminal da Comarca de Palmas/TO:

DESPACHO POUCO COMUM

A Escola Nacional de Magistratura incluiu em seu banco de sentenças, o despacho pouco comum do MM Juiz Rafael Gonçalves de Paula, da 3ª Vara Criminal da Comarca de Palmas, em Tocantins. A entidade considerou de bom senso a decisão de seu associado, mandando soltar Saul Rodrigues Rocha e Hagamenon Rodrigues Rocha, detidos sob acusação de furtarem duas melancias:

DECISÃO
Trata-se de auto de prisão em flagrante de Saul Rodrigues Rocha e Hagamenon Rodrigues Rocha, que foram detidos em virtude do suposto furto de duas (2) melancias. Instado a se manifestar, o Sr. Promotor de Justiça opinou pela manutenção dos indiciados na prisão.

Para conceder a liberdade aos indiciados, eu poderia invocar inúmeros fundamentos:
- Os ensinamentos de Jesus Cristo, Buda e Ghandi, o Direito Natural, o princípio da insignificância ou bagatela, o princípio da intervenção mínima, os princípios do chamado Direito alternativo, o furto famélico, a injustiça da prisão de um lavrador e de um auxiliar de serviços gerais em contraposição à liberdade dos engravatados e dos políticos do mensalão deste governo, que sonegam milhões dos cofres públicos, o risco de se colocar os indiciados na Universidade do Crime (o sistema penitenciário nacional)...
Poderia sustentar que duas melancias não enriquecem nem empobrecem ninguém.
Poderia aproveitar para fazer um discurso contra a situação econômica brasileira, que mantém 95% da população sobrevivendo com o mínimo necessário apesar da promessa deste presidente que muito fala, nada sabe e pouco faz.
Poderia brandir minha ira contra os neo-liberais, o consenso de Washington, a cartilha demagógica da esquerda, a utopia do socialismo, a colonização européia....
Poderia dizer que George Bush joga bilhões de dólares em bombas na cabeça dos iraquianos, enquanto bilhões de seres humanos passam fome pela Terra - e aí, cadê a Justiça nesse mundo?
Poderia mesmo admitir minha mediocridade por não saber argumentar diante de tamanha obviedade.
Tantas são as possibilidades que ousarei agir em total desprezo às normas técnicas: não vou apontar nenhum desses fundamentos como razão de decidir.
Simplesmente mandarei soltar os indiciados. Quem quiser que escolha o motivo.

Expeçam-se os alvarás.
Intimem-se.

Rafael Gonçalves de Paula

Juiz de Direito
FONTE-POETAS DEL MUNDO BRASIL
COLABOROU: SÉRGIO GIBIM ORTEGA-CÔNSUL DE POETAS DEL MUNDO EM VOTUPORANGA-SP

COMENTÁRIOS RECEBIDOS SOBRE A PRAINHA DE VALENTIL GENTIL

As pessoas tem comentado sobre o abandono da Prainha de Valentim Gentil, o Poeta Gibim publicou entre alguns que não agride muito a sua Administração.
Esperamos que este novo Prefeito, com sensibilidade olhe para o Lazer em que as pessoas analisam, como foi este comentário da Jacqueline recebido hoje da matéria da Prainha de Valentim publicada em (confira) 9 de Abril de 2009 ): Aqui o poeta fala.
JACQUELINE DISSE:realmente um dos pontos mais bonitos turísticos de Valentim gentil era a
prainha mas realmente esta abandonada que pena pois falava para os meus
conhecidos irem visitar,pois o lugar era lindo fico até com vergonha de levar
meus amigos para conhecerem a prainha agora pois esta horrível também a
Chopilândia esta com aquela água podre que nem coragem de ir perto da água não
da
gostaria que o prefeito atual cuidasse destes lugares pois são os cartões
postais da cidade...

peço ao senhor prefeito para não deixar de lado
estes dois pontos
turísticos pretendo um dia levar novos visitantes para
conhecer Valentim gentil

JACQUELINE de CAMPINAS S.P


NOTÍCIAS RELACIONADAS

terça-feira, 18 de maio de 2010

RADIO ONLINE A VOZ DO POETA 19/5/2010

LEMBRANÇAS DE UM AMIGO

Sérgio Gibim Ortega

Partiu-se para longe, um querido amigo.
Para onde ele foi eu não saberei...
Hoje, esquecer-se dele, não consigo
e para sempre nesta vida, lembrarei.

Pois nesta Terra, assim nós morremos.
Passamos para um outro lado, acredito...
Um lado que nem sempre, nós queremos.
Mas quem sabe, é um lado mais bonito.

Para nós aqui, só fica uma eterna saudade,
de um amigo, que por aqui, um dia passou
e que se foi, com uma triste fatalidade.

Assim aceitamos acreditando em Deus,
que existe um outro lado, que o Pai deixou,
e que lá, encontrarei, os entes queridos meus.

Dedicado a Valdomiro de Mello
+04/07/1968 a 27/01/1997+

Arrastão da Solidariedade arrecada 47,3 toneladas

Fundo Social de Solidariedade repassou alimentos e objetos arrecadados às entidades; edição deste ano contou com doação de móveis novos da Airvo
Representates de 38 entidades assistenciais de Votuporanga estiveram reunidos na tarde desta segunda-feira no CSU (Centro Social Urbano) para receber as doações que a população de votuporanga fez para o 17º Arrastão da Solidariedade, organizado pelo Fundo Social de Solidariedade em parceria com o Rotary Clube “8 de Agosto”.
A presidente do FSS, Juliana Castrequini Marão, anunciou a quantidade arrecada. “Foram mais de 47 toneladas de doações e nós agradecemos muito toda a população de Votuporanga que doou com o coração e consciente da importância de todos participarem. Parabenizamos também os presidentes de entidades, já que sabemos que conduzir uma entidade não é tarefa fácil e exige muito empenho e dedicação. Aproveito para agradecer também as associações de bairro que se juntaram a nós este ano”, comemora.
Durante toda a manhã de segunda-feira as doações foram contabilizadas e separadas com apoio do Tiro de Guerra. “Agradeço imensamente o apoio de todos os atiradores que nos auxiliaram nesta tarefa”, ressalta.
Entre os itens de objetos arrecadados estavam alimentos, roupas, calçados, estofados, poltronas, camas, máquinas de lavar, brinquedos, utilitários, enxovais de bebê, eletrônicos, mesas, fogões, livros e revistas, bicicletas, colchões, armários e cadeiras. Além dos móveis destinados pela Airvo que foram sorteados para entidades que compareceram na entrega.
O secretário de Assistência Social de Votuporanga, Osmair Ferrari, também comemorou o recorde de arrecadações. “É o primeiro ano que participo da campanha enquanto secretário e pude observar de perto a vontade dos voluntários em participar e o exemplo de cidadania demonstrado pela população votuporanguense. Parabéns a todos que organizaram e todos que participaram não só enquanto voluntários, mas também os que contribuiram”.
Representando as entidades beneficiadas, o presidente da Associação Beneficente Irmão Mariano Dias, Waldenir Aparecido Cuin, enalteceu “o espírito solidário dos votuporanguenses” e disse que tudo o que foi arrecadado “certamente será bem-vindo a todas as entidades”.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Lendário pianista Hank Jones morre aos 91 anos

Imprimir Enviar por Email
terça-feira, 18 de Maio de 2010 00:07
O pianista de jazz, Hank Jones, morreu no último domingo aos 91 anos.
O músico faleceu num hospital de Nova Iorque, depois de ter adoecido. Jones contava 70 anos de carreira, em que tocou com Ella Fitzgerald e com Marilyn Monroe, quando a actriz cantou «Happy Birthday» para o presidente John F. Kennedy.

No ano passado, havia recebido um Grammy de carreira e em 2008, George W. Bush havia entregue a Hank Jones a Medalha Nacional das Artes. À Billboard, o saxofonista Joe Lovano, que com ele tocou, chamou-lhe «um dos mestres da história do jazz».

Para além das citadas, Jones partilhou o espaço musical com Coleman Hawkins, Ben Webster, Wes Montgomery, Nancy Wilson, Lester Young, Charlie Parker e John Coltrane. Nascido em Vicksburg, Mississipi, e criado em Pontiac, Michigan, foi influenciado por Nat King Cole, Art Tatum e Teddy Wilson.

RADIO ONLINE A VOZ DO POETA 17/5/2010

domingo, 16 de maio de 2010

POLÊMICA SOBRE O OPEN BAR

Sérgio Gibim Ortega


Há uma grande polêmica dobre a continuação ou a legalização do Open Bar.
A maioria das pessoas vividas e com certa experiência, talvez por ser um pai de família acreditasse na Lei, onde também conta com o Senhor Promotor José Vieira da Costa Neto, das autoridades onde haviam um pedido de clemência, para que fosse feito alguma coisa em proteção aos jovens.
Dai então teve se a idéia dessas autoridades, do Ministério público que enviou a Lei a Câmara Municipal de Votuporanga para proibir o Open Bar, porque se diz que a bebida alcoólica é a maior causadora das agressões que vem ocorrendo contra os jovens.
O que aconteceu aquele jovem agredido nas proximidades da Boate Toten onde ele se encontra agora ainda em estado de coma.
O que poderia ser feito então quanto a clemência do povo?
Então as autoridades tiveram essa idéia. Idéia essa que afeta também o divertimento dos jovens que gostam de sair ou ter algum entretenimento.
Penso que um filho é tudo para um pai e os pais se desesperam porque não querem ver seus filhos agredido como este filho veio a ser agredido. Porque temos a certeza que certos pais dariam a vida por seus filhos.
O verdadeiro pai que é aquele que tem medo de deixar o seu filho sair com medo dele não voltar. Porque é a verdade do amor para com o filho.
Mas quanto a essa Lei de proibir o Open Bar, nós temos a certeza que não vai resolver o problema das agressões. Existem tantos eventos e principalmente as drogas.
Mas com certeza as pessoas de bem pensa na melhoria para seus filhos. Ninguém com certeza quer prejudicar aos responsáveis do evento que tem ali também como a sua sobrevivência. É o ganha pão do seu dia a dia.
A Lei demonstrava ser dura até quando surgiu a opinião sobre o Carnavotu. Então as autoridades afrouxaram a rédea e criou-se então a polêmica de proibir ou não proibir o Open Bar.
Vemos que quando alguma coisa prejudica o Carnavotu que é local também freqüentado por jovens, e até turistas que trás renda para a cidade de Votuporanga. Foi aí que as autoridades já pararam para pensar e analisar.
Antes havia se muitas manifestações contra o Carnavotu e nada foi feito contra isso. Agora que foram mexer com este outro evento Open Bar, é que a porca torceu o rabo.
Veja bem uma coisa é ligada a outra. Se há Lei para os pequenos, também tem que ter a Lei para os grandes e poderosos da bufunfa gorda.
E agora fica a pergunta que não quer se calar. Proíbe ou não proíbe o Open Bar?
RADIO ONLINE A VOZ DO POETA 16/5/2010

sábado, 15 de maio de 2010

A DUPLA FACE DO PODER

ROBERTO MARTINS (VOTUPORANGA)


A mobilização popular e a discussão dos problemas que afetam a coletividade em geral, normalmente são sufocadas pelos interesses que se escondem por trás de ações que coordenam grupos e pessoas com interesses diretos na permanência da prática que pretendem perpetuar. A ferramenta usada nesta mobilização é a política. Na nossa vida, tudo é decidido por uma resolução política. É a política de tudo e em tudo, que decide até a cor do papel higiênico com que limpamos à bunda. Senão, por que os fabricantes gastariam tinta para tingir papel higiênico de verde ou de rosa? É a política de marketing quem decidiu que um papel higiênico rosa é comercialmente mais viável, pois insinua o frescor de um jardim, ou o verde, um papel higiênico ecologicamente engajado nas tão propagadas e urgentes necessidades ambientais, mesmo o próprio produto e a sua utilidade estando em confronto direto com as intenções do marketing.

Quanto existe uma ação política em disputa, todos os mínimos movimentos no jogo do poder devem ser minuciosamente examinados. Nesta óbvia lógica, depois de muitas edições de uma prática corriqueira absolutamente nociva para a coletividade votuporanguense, que são as festas “open bar”, adotadas nas pequenas reuniões festivas promovidas por promotores profissionais de eventos (já que depois de encostarem-se a este nicho, não mais se dedicam a qualquer outro ofício) e no grande evento esperado por alguns dos locais e, por legiões de migrantes que migram de outras cidades e estados com destino aqui pra nossa cidade, perpetua-se um carnaval de desordem, perversões, desobediência as boas maneiras e aos princípios da boa convivência mútua, além é claro das tantas desobediências das leis em vigor. Fatos estes que já presenciamos ao longo destas edições do CARNAVOTU. Estas versões repudiadas pelas pessoas de bem de Votuporanga, seguiram patrocinando e incentivando a iniciação de jovens inexperientes ao delirante caminho do vício em bebidas alcoólicas e por outras drogas mais comprometedoras que conseguem acesso fácil neste tipo de evento. Estas festas produzem muitos dividendos financeiros, mas o que a fez perdurar de fato, foram os inesgotáveis dividendos políticos que brotam desta relação libertina.

Vivemos numa coletividade estimada em um número próximo de 90.000 habitantes. Desse total – Quantos são os que realmente estão ganhando com a festa nos moldes em que esta está sendo realizada? Se fizermos uma relação oficial, não passarão de cem nomes envolvidos diretamente nos lucros desta orgia. Depois vem os três ou quatro mil que se endividam neste ciclo de orgia para a aquisição de um pacote desvirtuoso que lhes garantirão bebidas e perversidades ilimitadas até que se passe mal e, tenha que se dirigir ao plantão da Santa Casa para receber tratamento médico, congestionando todo o atendimento da unidade de pronto atendimento municipal – Este tem sido o conceito de diversão emplacado nestas festas. E o que é feito dos outros tantos mil habitantes que pagam esta conta insana? Alguns até tentaram manifestar suas opiniões publicamente, mas o espaço é pouco e direcionado aos menos inflamados. A grande maioria então está calada, esperando pelas decisões daqueles que deveriam se mover pelas nossas aspirações, mas sabedores que são desta nossa inércia, se aproveitam para fazer joguetes e organizar métodos e maneiras de tornar a sentença deles legítima.

Nesta linha, o prefeito organizou uma comissão de notáveis (???) para estudar o caso, tirando o dele (?) da reta. A Promotoria Pública, com alguns anos de atraso, se declara contrária a esta prática e, se embasa em dados e números que nunca antes fora divulgados, também numa clara manobra para esquivar-se do peso da omissão passada. Sobraram então os festeiros e simpatizantes para liquidar a fatura, dando ares de representatividade e de legitimidade neste ilusório debate público (?) que ora se desenrola com a intensa participação e clamor popular (?). Em meio a tantas interrogações e alguns abestalhados, falsos santos que se postam de quatro diante de lerdos andores, com a justificativa de serem de barro, assim lançaram uma grande consulta popular que legitimará a permanência da orgia no site oficial dos festeiros. Lá os signatários do espaço virtual conclamam os visitantes e simpatizantes da orgia a os apoiarem, assinando um abaixo-assinado virtual. Vejam como agem os astutos coordenadores de mentes desabitadas para conseguirem apoio numérico para a imoralidade deles: No http://www.carnavotu.com.br/openbar/index.php - ASSINE SE FOR CONTRA A LEI QUE PROÍBE EVENTOS OPEN BAR EM VOTUPORANGA/SP

Ministério Público de Votuporanga enviou ofício à Câmara de Vereadores, propondo a criação de uma lei que proíbe a realização de festas open bar em nossa cidade.
Isso acontecendo, festas como o Bloco Oba e o Carnavotu não poderão mais ocorrer em Votuporanga/SP.

Se você é contra essa lei, preencha o formulário abaixo: ...

Eles estão convocando o exército de foliões de todo Brasil para o apoio pelo Twitter, que certamente se reproduzirá feito vírus. Se nos calarmos, eles ganham novamente e continuarão a nos sacudir as rédeas sobre as costas, guiando-nos pelos caminhos que bem entendem, caminhos estes que nos levará a uma estrada sem saída, a mesma que muitos integrantes deste grupo já se encontram estagnados e ainda não se deram conta.

A hora é agora. Se continuarmos separados por estas nossas barreiras invisíveis que, tanto criam o impedimento da nossa caminhada por um sentido único, eles vencerão.

Evangélicos, em suma, pela própria obediência das crenças advindas do conhecimento e do rigor do Evangelho, se acham protegidos por este mal, mas eu conheço evangélicos que cheiram cocaína antes de ir ao encontro do Senhor, então não estão livres deste mal.

Católicos e outras crenças mais aliviadas nos rigores do Evangelho, estes estão completamente à mercê dos acontecimentos.

É hora de nos unirmos para o bem de todos. Precisamos proteger nossos jovens e dotá-los de conteúdo moral, cultural e intelectual, não cedendo espaço para a banalidade regada a muito teor alcoólico, perversão liberada e outras concessões explosivas, onde o pavio final será incinerado na encruzilhada sem saída de um cachimbo de crack. Esta será nossa pena capital pelo nosso descaso e a nossa desatenção pelo que está acontecendo a nossa volta. O nosso castigo será verificarmos que a única poesia repetida incansavelmente pela bagagem cultural carregada pelos nossos filhos e netos, será o maravilhoso poema musicado pelo Psirico, em ritmo de axé. Pelo Grupo Kaçamba no forró. Pelos sertanejos Zé Mané & Zé Ruéla e nas outras tantas vertentes rítmicas brasileira.

Ela sai de saia

De bicicletinha

Uma mão vai no guidon

E a outra tapando a calcinha (bis)

Eu não estou propondo um abaixo-assinado aqui no blog, porque sei que o universo esclarecido que freqüenta e tem acesso ao mundo da Internet, não representa uma parcela significativa da sociedade. Mas eu gostaria de fazer um apelo às lideranças religiosas locais. Que mobilizem os vossos exércitos de fiéis no sentido de pressionar as autoridades, principalmente o Poder Legislativo e proibir esta insanidade travestida de liberdade incondicional. Precisamos de um debate onde todos os prós e contras possam ser colocados claramente pra que a maioria tenha poder de decisão. Se a legalidade for definida desta forma, com a participação dos vários seguimentos da sociedade, o que nos resta e lavarmos as mãos e cuidarmos só dos nossos, o que já será uma tarefa bastante árdua.

Eu estou aqui me colocando absoluta e imutavelmente contra o sistema open bar e ao Carnavotu da forma como tem acontecido nas edições passadas. Este é o meu documento e a minha forma de dizer que quando esta fatura for emitida para a população votuporanguense, esta será minha arma para direcionar esta fatura para os verdadeiros devedores.

A política precisa ser usada para nos incluir nas suas decisões, não para legalizar as suas ações sórdidas.

sexta-feira, 14 de maio de 2010

É preciso denunciar crimes contra animais

Por Daniela Trombeta Dias

(FOTO) Conceição Lizidatti, presidente do Gavas
Já foram muitos os casos publicados por este semanário sobre maus tratos a animais, e mesmo havendo uma lei de proteção e multa de mais de mil reais a quem for pego maltratando animais, ainda há muitos registros em Santa Fé de casos de maus tratos. O último caso foi de um estudante universitário que após chutar um filhote de gato, o colocou em uma sacola e o jogou em cima de um telhado. Ele foi identificado pela Polícia Ambiental e multado, e está sendo processado criminalmente .

Em virtude de este ser um assunto muito importante e interessante, já que implica em maus tratos a vida, nossa reportagem entrevistou a presidente do Gavas – Grupo Santafessulense de Apoio à Vida Animal, Conceição Lizidatti, que falou sobre a necessidade de a população denunciar este tipo de crime.

Conceição enfatizou que é preciso que a população tenha consciência que maltratar um animal, qualquer um que seja, é muita crueldade, considerando que maus tratos são desde machucar, deixar preso, não dar água, comida e judiar constantemente de um animal doméstico. "A sociedade não pode mais tolerar isso, não podemos aceitar essas crueldades, isso é um crime e há uma lei de proteção. Se há pessoas que ferem, e fazem animais sofrerem, elas podem sim fazer isso com outras pessoas, inclusive crianças", disse ela.

Ela também ressaltou a importância das pessoas denunciarem crimes assim. "Em nossa cidade há muitos maus tratos a animais, mas poucas denuncias. É preciso denunciar, a população deve saber que se perceber alguém cometendo crimes desse tipo é só ir até a Polícia Ambiental e informar, que os policiais tomarão as providencias e apurarão o fato" esclareceu.

"Pessoas que gostam de maltratar animais são maníacos. Isso foi o que levantou um estudo da Cia e da Interpol. Segundo essas polícias, foi descoberto que os maníacos assassinos, na infância praticavam atos de crueldades contra animais, entre eles, Francisco de Assis Pereira, conhecido como "Maníaco do Parque", condenado por matar 52 pessoas, que quando criança também machucava animais. Foi comprovado cientificamente que este tipo de comportamento é de transtorno psiquiátrico", explicou Conceição.

Apesar de haver poucas denuncias quanto ao assunto, à punição para esse tipo de crime já é feita pela justiça. Um caso que chama a atenção foi de um agropecuarista que foi condenado pela Justiça de Porto Alegre, a pagar R$ 20 mil de indenização para uma família pela morte de um cão labrador.

Ele confessou que degolou o animal após o mesmo ter matado 12 ovelhas e ferido outras seis de seu rebanho.

O agropecuarista chegou a entrar com um processo na Justiça contra a família do dono do labrador, exigindo indenização pela morte das ovelhas, mas o caso foi julgado improcedente, por falta de provas. Os donos garantem que, além de manso e acostumado a brincar com as crianças, o cão era idoso e sequer teria energia suficiente para atacar um rebanho.

Um dos agravantes considerados pelo juiz foi o fato de o autor também ter degolado a cadela de outra vizinha, que tinha menos de 20 centímetros de altura e se chamava Pituxa, no mesmo dia, e mesmo que o animal tivesse, de fato, atacado os ovinos, a atitude vinda de um ser irracional, que age de forma instintiva, não justificaria a atrocidade perpetrada pelo demandado, detentor de racionalidade

A família pretende doar o valor da indenização a uma organização que cuide de animais abandonados
FONTE-O JORNAL DE SANTA FÉ DO SUL

Horário de som ambulante será alterado
Andressa Aoki
andressa@acidadevotuporanga.com.br

O horário permitido para o serviço de som ambulante será mudado. Na tarde de ontem, os profissionais do ramo, lojistas e vereadores se reuniram na Câmara Municipal para discutir o projeto de lei que regulamenta a atividade. Ao contrário do documento de autoria do prefeito Nasser Marão Filho, que estipula que o serviço seja realizado de segunda a sexta-feira das 10 às 17 horas e aos sábados, das 10 às 14 horas, com exceção dos feriados, os profissionais querem mais horas para o trabalho. Eles sugeriram aos vereadores que o horário seja das 9 às 18 horas durante a semana, e das 9 às 16 horas, aos sábados. Para o dono do supermercado Porecatu, José Francisco dos Santos, o projeto de lei está comprometendo a atividade. "Daqui a pouco, não haverá jeito de trabalhar. Não vejo problema nenhum, nunca recebi reclamações de som alto. A lei está dando muito pano para manga. Quanto mais diminui o horário, mais ficamos perdidos. Temos três carros de som e não sei o que fazer", disse. Por sua vez, o secretário de Finanças, Oscar Guarizo, explicou a diminuição na carga horária. "Há muitas reclamações de pessoas principalmente com relação ao sábado à tarde. Mas também há críticas dos proprietários de som ambulante contra os irregulares, que são pessoas de fora", afirmou. Cláudio Craveiro, há 28 anos na profissão, denunciou algumas pessoas que não são regularizadas na Prefeitura. "Um caminhão de São José do Rio Preto e outro de Fernandópolis burlam as regras. Eles não recolhem impostos. Estou sendo prejudicado por um vendedor de churros", destacou. Guarizo se comprometeu a fiscalizar os visitantes. "Vamos defender os profissionais cadastrados e a população também. Vamos acabar com isso, inclusive a lei prevê apreensão do veículo dos motoristas irregulares", disse. Representando a ACV (Associação Comercial de Votuporanga), Paulo Rapassi, enfatizou que o somé altamente prejudicial à saúde pública. O idoso perde a capacidade auditiva, mas a sensibilidade aumenta. Eles passam no comércio tapando os ouvidos. Ninguém respeita os critérios pré-estabelecidos e é por isso que a lei não funcionou. Ninguém respeita a lei do silêncio", afirmou. A polêmica também foi com relação ao som nas lojas, que não poderiam se externar do estabelecimento. "O som beneficia muito a minha loja. Se parar com o chamamento nas ruas, vou vender menos e terei que diminuir meu quadro de funcionários", enfatizou o gerente da Jô Calçados, Izael Tiago Ribeiro da Silva. Elismar Biano, que trabalha como locutor de loja, ressaltou que o som é alto. "A Prefeitura deveria estar preocupada com relação ao Carnavotu e Bloco Oba! que são oferecidos para a burguesia e que tem som exagerado. Teria que proibir também Expô/Fisav", opinou, com relação a intensidade de som, que deverá ser 65 decibéis. Para estes profissionais, a Prefeitura irá apresentar o medidor de decibéis para o volume que será autorizado nos estabelecimentos comerciais.
FONTE-JORNAL À CIDADE DE VOTUPORANGA

Arrastão da Solidariedade acontece amanhã
Juliana Marão, presidente do FSS, pede para a população deixar as doações separadas para agilizar trabalho dos voluntários; meta é mais de 46 toneladas
Este sábado (15/05) será mais um dia marcado pela solidariedade da população votuporanguense, é o dia do 17º Arrastão da Solidariedade organizado pelo Fundo Social de Solidariedade de Votuporanga em parceria com o Rotary Clube “8 de Agosto”. De acordo com a presidente do FSS, Juliana Castrequini Marão, “estamos trabalhando na organização do evento há alguns meses para fazer com que tudo aconteça da melhor forma, distribuímos jalecos de identificação aos voluntários e acredito que a população já está bem informada sobre os objetivos desta bela campanha que desenvolvemos todos os anos”, afirma.
O Arrastão pretende arrecadar objetos e alimentos para destinar às entidades assistenciais da cidade. O Fundo Social de Solidariedade orienta aos moradores que poderão ser doadas roupas, alimentos, brinquedos, utensílios domésticos, dinheiro, fogão, geladeiras, televisão, carrinhos e enxovais de bebê, entre outros. “Tudo aquilo que estiver em bom estado de conservação e que pode ser útil para as famílias atendidas pelas entidades que serão beneficiadas com este belo trabalho”, explica Juliana.
Duante esta semana, voluntários de Associações de Moradores de Bairros percorreram todo o município para distribuir sacolas personalizadas da campanha aos moradores, que poderão utilizá-las na dispensação dos objetos e alimentos a serem doados. “É importante que a população já deixe tudo preparado para agilizar o trabalho dos voluntários no dia do Arrastão”, alerta a presidente.
Os voluntários que trabalharão na tarde deste sábado se reunirão às 12h30 no CSU para se dividirem em 41 grupos, onde cada um seguirá para uma região da cidade. O mutirão visitará as casas até às 17 horas, retornando em seguida para o ponto de partida.
Entrega
Todo o material arrecadado neste sábado será destinado a 38 entidades assistenciais de Votuporanga, na segunda-feira (17/5), às 15h30. Na ocasião será divulgado o balanço das doações e estarão presentes representantes das entidades e intergrantes da organização.
A meta deste ano é ultrapassar a quantidade de arrecadação ocorrida em 2009, que foi de 46 toneladas. Nos últimos três anos o Arrastão da Solidariedade arrecadou mais de 110 toneladas de objetos e mantimentos, sendo 46 em 2009, 34 em 2008 e 33 em 2007.
Mais informações pelo telefone (17) 3426-2600.
Biblioteca recebe mais oito títulos em áudio

Acervo para cegos conta com 29 títulos em CD e mais de 300 em braile, reunindo desde clássicos da literatura brasileira aos mais variados best-sellers internacionais
A Biblioteca Escolar Central “Castro Alves” da Secretaria da Educação, Cultura e Turismo de Votuporanga recebeu a doação de mais oito títulos falados em MP3 para cegos. Os audiobooks já estão disponíveis na biblioteca e poderão ser emprestados gratuitamente somente às pessoas com deficiência visual.
Os novos títulos, que são dos gêneros ficção infantil, adulto e auto-ajuda, foram doados pela Fundação Dorina Nowill, considerada a imprensa braile com a maior produção da América Latina e uma das referências mundiais em qualidade e complexidade de produção.
Passaram a integrar o acervo da biblioteca os seguintes títulos: Futebol é uma caixinha de surpresas, de Luiz Fernando Bindi; O corpo fala, de Pierre Weil e Roland Tompakow; 1984 de George Orwel; Poliana, de Eleanor Porter; O crime do restaurante chinês, de Boris Fausto; O recurso, de John Grisham; O código da vida, de Saulo Ramos; e Leila Diniz, de Joaquim Ferreira dos Santos.
Periodicamente a Fundação envia livros na linguagem dos cegos para a Biblioteca de Votuporanga. No total, o acervo conta com 332 títulos em braile de diversos autores, desde clássicos da literatura brasileira aos mais variados best-sellers internacionais, além de 29 títulos em MP3.
Para ter acesso aos livros basta fazer o cadastro na Biblioteca tendo em mãos a carteira de identidade e comprovante de endereço. Menores de 15 anos devem estar acompanhados dos pais ou responsáveis. O atendimento é de segunda a sexta-feira das 7h30 às 17 horas e aos sábados a Biblioteca atende das 8h às 13h30. Mais informações pelo telefone 3422-4288.

RADIO ONLINE A VOZ DO POETA DE 13 DE MAIO DE 2010

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Praça da Matriz de Valentim passa por remodelação

Da Redação
A Praça da Matriz de Valentim Gentil começou a ser reformada nesta semana nesta semana. A obra está orçada em R$ 136 mil, recursos do Ministério do Turismo, disponibilizados por meio de emenda parlamentar do deputado federal José Mentor (PT). De acordo com o assessor de Obras e Infraestrutura de Valentim, Francisco Belém, durante a reforma serão feitas readequações nos canteiros, além da substituição do sistema de iluminação e a pintura da praça. Posteriormente, em uma segunda etapa, avaliada em R$ 195 mil, será feito também um novo calçamento. Francisco explica ainda que a previsão para a conclusão desta parte da reforma é de aproximadamente 90 dias. Já o calçamento aguarda a liberação do convênio, que já foi assinado, para que seja dado início ao processo de licitação. Esta etapa também está sendo viabilizada por meio de uma emenda do deputado José Mentor. O prefeito, Adilson Segura, avalia esta obra como sendo bastante importante para toda a cidade. “A Praça Matriz é um dos cartões postais de Valentim Gentil, então temos que mantê-la sempre bonita não só para quem visita a cidade, mas também para quem passa por ali todos os dias”, diz.
Para saber mais:
FONTE-JORNAL À CIDADE DE VOTUPORANGA
CELULAR TOCANDO
Orides Siqueira

Quando o celular toca
Minhas mãos tremem a voz sufoca
Não sei se é dor ou prazer
Corro para atender
Com o coração disparado
Quero saber quem esta do outro lado
Perco o rumo de onde estava
Nem sei que você perguntava
Não sei mais nada se é sim ou não
Com este aparelho na mão
Entro em transe de pura emoção
Não consigo entender
fico a estremecer
Quando começa a tocar
Mil coisas fico a imaginar
Mulher mais cobiçada
Uma fada encantada
Ou a bruxa malvada
Avisando acidente na estrada
Sempre fico intrigado
E com coração sufocado
Tudo vem em pensamento
Num tocar de momento
Ao telefone vivemos a falar
Tudo muda em um tocar
Noticias vem por celular
Te leva do rir ao chorar

quarta-feira, 12 de maio de 2010


Menino é único sobrevivente em queda de avião na Líbia
O avião tinha 104 pessoas a bordo. O menino está com várias fraturas, mas não corre risco de vida.
imprimir O mundo inteiro se surpreendeu nesta quarta com as informações sobre a queda de um avião com 104 pessoas quando se preparava para pousar em Trípoli, a capital da Líbia.

Uma imagem emocionou o mundo nesta quarta. Um menino holandês deitado em uma cama de hospital, em Trípoli. De acordo com o médico, ele se chama Rubem e tem oito anos. Ele foi o único sobrevivente de uma tragédia: a queda de um avião com 104 pessoas a bordo. O menino está com várias fraturas, mas não corre risco de vida.

O voo 771 da Afriqyia Airways, companhia aérea do governo líbio, saiu de Joanesburgo, na África do Sul com destino a Tripoli. De lá, os passageiros, a maioria holandeses, pegariam conexões para a Europa.


EU E VOCÊ

             Sérgio Gibim Ortega Eu e você somos duas metades, separados pelo destino... Eu e você vivemos vidas diferentes, sem sabe...