-VOTUPORANGA-SP / OUTUBRO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

domingo, 5 de julho de 2009

PNEUS SÃO JOGADOS AO AR LIVRE EM TERRENOS BALDIOS






Sérgio Gibim Ortega


Como também morador no bairro Parque Residencial do Lago em Votuporanga, não poderia deixar de registrar essa poça vergonha onde pessoas saem de outros lugares para jogar lixo próximo as nossas casas. E o pior de tudo, pneus onde pode ser o mair criadouro de dengues.É uma vergonha onde pessoas não civilizadas não se preocupam com suas vidas e muito menos com a dos outros.
As pessoas já se acostumou porque a própia prefeitura de Votuporanga já deixou um criadouro de dengue na esquina próxima onde o Poeta Gibim já anunciou ( 22 DE MAIO DE 2009 VEJA) essa vergonha que até agora a prefeitura não deu a mínima até agora.
Esses maus elementos não pensam direito e não sabem que faz mal aos outros. Que cada um de nós temos que cuidar de nós mesmos.E que pagamos as vezes caro na vida por fazer isso, porque a vida é assim, quem faz mal paga aqui mesmo.Que custava levar esses pneus ao lugar certo e pronto.
Bairro muito bom onde futuramente está previsto moradores de alto nível e que próximo em breve terá uma praça de lazer. A gente vê uma poca vergonha dessas. (veja foto que do Poeta Gibim ) Um lugar próximo às casas.
A prefeitura deveria punir essas pessoas, usar câmeras e flagrar.A gente vai tentar procurar a SUCEN pra ver se eles retiram esses pneus. Com certeza se este poeta pegar, vai fotografar o indivíduo que faz isso. Aqui nós falamos a verdade. (Veja maior clicando em cada uma delas)

VEJA TAMBÉM NOTÍCIAS RELACIONADAS
23/08/2011-TERRENOS BALDIOS, JOGAM CARNIÇAS, OS URUBUS É QUE NOS SALVAM
23/05/2011-PESSOAS NÃO AGUENTAM MAIS O LIXO PELOS TERROS BALDIOS E COLOCAM FOGO
27/9/2010-PROBLEMA NÃO RESOLVIDO VAMOS RECORDAR
27/11/2009-PREFEITURA DIZ QUE INICIOU FISCALIZAÇÕES EM TERRENOS BALDIOS
14/10/2009-PESSOAS JOGAM LIXO EM TERRENOS BALDIOS E A DENGUE PROLIFERA




Nenhum comentário:

SENTIMENTOS

                 Sérgio Gibim Ortega Quando eu bebo eu sou rei. Já existe uma poesia assim. Meus sentimentos se afloram, e  choro s...