-VOTUPORANGA-SP / OUTUBRO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

sexta-feira, 9 de maio de 2014

POSTINHO JERÔNIMO FIGUEIRA DA COSTA MAIS UMA VEZ

     JERÔNIMO FIGUEIRA DA COSTA próximo ao Assary, só pra registrar aqui mais uma vez, sabendo-se que não vira nada uma reclamação na Internet, pois esta administração de Votuporanga sempre tira de letra.
 
     Mais uma vez que precisamos do Postinho. Tantas vezes fomos m
arcar para o conserto de um dente da esposa, e ficam de ligar pra gente, e se esquecem.

     Estivemos lá hoje novamente, e parece que as dentistas dormem dentro do consultório. Há uma placa na porta dizendo "Não bata na porta", ou seria o mesmo que não perturbe. Fica se horas a espera de sair alguém, e quando sai, entra rapidinho sem dar satisfação. Mais ninguém no posto pode atender e marcar.
  
     Infelizmente hoje notamos que a saúde falta apenas o respeito com as pessoas. Pois dinheiro tem sim. Funcionários de sobra e que andam montado também numa tartaruga.
     
     Uma assistente vai até sua casa para preencher um formulário, prometendo mil maravilhas. Cuidado! Esta só está trabalhando para ver o que você tem em casa. Depois disso você tem o cartão. Na mínima eles te avaliam a classe social, e tudo sobre você, depois disso sabem que você nem cheira e nem fede, e te abandonam nos postinhos. Esta é a saúde de Votuporanga-SP.
  
     Hoje tem tanta tecnologia, dinheiro, prédios bonitos e muita pouca vontade para com as pessoas que são humilhadas... As pessoas que precisam da saúde, agora não tem mais a quem recorrer. Porque a sociedade se tiver dinheiro faz alguma coisinha, e se não tiver, dá seus pulos. E a esposa vai continuar com o pedaço de dente até a gente poder cuidar. Lamentável Votuporanga, a capital da saúde.

NOTICIAS RELACIONADAS 
DENTISTAS NOS POSTINHOS VOTUPORANGA SÓ PRA DIZER QUE TEM ”QUE LINDO!”

Nenhum comentário:

SENTIMENTOS

                 Sérgio Gibim Ortega Quando eu bebo eu sou rei. Já existe uma poesia assim. Meus sentimentos se afloram, e  choro s...