-VOTUPORANGA-SP / MAIO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

quinta-feira, 27 de março de 2014

O SUS SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE, O UPA E O POSTINHO VILA AMÉRICA DE VOTUPORANGA, EM O DOSSIÊ 1ª PARTE

Sérgio Gibim Ortega
   
Meu pai começou a sentir fortes dores do lado direito abaixo da barriga. Por volta de 1 hora da manhã levei ele no UPA(Unidade de Pronto Atendimento)
  
     Dias antes tinha levado ele ao UPA, e nem um exame foi pedido - Estava com diarreia que não cortava e vomito. Tomou um soro pequeno e vários dias depois curou. O médico foi muito bacana e até admirei - Uma epidemia na cidade, e depois de alguns remédios e muito soro caseiro curou.
 
     Voltávamos ao UPA então pela segunda vez por causa então desta dor que ele sentia. Desta vez outro médico, muito atencioso concluiu junto comigo depois de palmar sua barriga, concluiu que poderia ser o rim. Ele pediu uns exames, de sangue, urina, e Raio X. Demorou um pouquinho para tomar medicamentos, mas tomou. Depois de 3 horas veio os exames, e já com atendimento de outra doutora, muito nova, concluiu nos mostrando no computador que não havia nada. Conclui que nem de urina e nem de sangue não havia nada. Afinal entramos 1 hora da manhã e saímos 4 horas da madrugada de sábado.(Mas eu volto a esse assunto no próximo episódio para dizer que tinha sim uma pedra de um centímetro. Vou trazer os detalhes) Antes eu preciso concluir o meu respeito pelo UPA, se assim que eu procurar novamente eles, me darão o respeito também. Vou lhes contar a seguir o por que?
  
     Nos dias que se passou, a dor voltou novamente. Meu pai tinha que ter voltado ao UPA. Um motivo que agora vai fazer a diferença no que vou escrever nas próximas páginas. Mas como foi meu irmão que o levou, foi para o pronto socorro da Santa Casa de Misericórdia de Votuporanga. O que até pensei que nem existia mais socorro ali, uma vez que foi implantado o UPA na cidade. Lá pediram novamente novos exames, e nada deu. Voltou a sentir novamente horas depois muito dor.
 
     Sem mais nada a entender, resolvi pagar um médico de rim, já que pequenas amostras de exames apontava para o mesmo. Escolhi Dr. Robson Manfred, um excelente Urologista, amigo e que fez um ótimo atendimento em seu consultório. Ele que foi um ótimo médico no Postinho da Vila América, assunto que irei relatar posteriormente nos capítulos seguintes. Dr. Robson pediu os exames pago também. Disse que aqueles do SUS Não iria aparecer a pedra renal, que por sua dúvida estaria localizada no Canal do rim para a bexiga. Sua consulta foi 200,00 reais, e uma Ultrassom mais 220,00 reais. Pois foi confirmado uma pedra de 1,cm mesmo. O médico diplomado a mais de 30 anos tirou nossas dúvidas.

      Aí vem o problema! Ele mostrou em seu celular que acabara de receber da Santa Casa uma mensagem que não poderia estar internando ninguém no momento, super lotado por causa da tal epidemia da dengue no momento. Nos deu outra decisão,encaminhou meu pai ao Postinho da Vila América. Pediu mais um Raio X pra confirmar a pedra, para posteriormente tirar ela com raio laser no AME. O raio X me custou mais 70 reais, isso porque conseguimos atualizar um plano de saúde. Custava mais. Só que seriam esses tal exames que só valeria para mostrar a pedra, e então fomos a Luta. Dr Robson nos explicou também que o raio laser pago custaria em torno de 1000,00 reais, e que ele não garante que iria quebrar a pedra. Sabendo da nossa situação financeira nos deu então o encaminhamento do Postinho para o AME, e lá tentariam quebrar a Pedra.
 
      Postinho da Vila América de Votuporanga, aí começa nossa História do Sistema Único de Saúde. Calafrio, nervoso e o qual fez este poeta perder a pacie4ncia. O que pensava que iria atender meu pai urgentemente, virou pesadelo. Alguns funcionários muito educado, outros mau educados. Tudo por causa de uma maldita burocracia. Funcionários perdidos no que fazem e sem rumo do que fazer. Esse dossiê ainda tem muita história, não perca o próximo capítulo. Já fazem duas semanas aproximadamente e meu pai continua com aquela pedra no Canal.

      Mais uma ideia para voltar ao assunto do UPA, minha única esperança, ou procurar a Secretaria de Saúde. Muita história pra contar aqui.
 
      Panfletos da saúde, desperdício do dinheiro público, já que no mesmo local Postinho Vila América peguei um pra postar aqui, informações sobre o rim. Para que a distribuição destes panfletos enganosos. Tantas propagandas e pessoas morrendo. Tudo isso nos próximos capítulos, vou mostrar aqui com fotos. Propagandas para tirarem vantagens do dinheiro público. Quem morde mais? O Ratão, o Ratinho, ou a Ratazana. Isso ainda vai dar o que falar.
  
       Mesmo pagando uma consulta para não deixar meu pai morrer, não ajudou a encaminhar ele urgente para o AME. Leia próximo capítulo, senão vou perder muito tempo escrevendo tanta coisa aqui.

LEIA SEGUNDA PARTE AQUI

Nenhum comentário:

PRECISO

         Sérgio Gibim Ortega Preciso olhar em seus olhos e fazer uma bela poesia. Porque tu és a minha linda, e que me trás só alegria....