-VOTUPORANGA-SP / OUTUBRO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

terça-feira, 14 de agosto de 2012

DEFUNTO É ENTERRADO DE QUALQUER JEITO


Segundo fonte Jociano Garofolo, foi registrado no Plantão Policial de Votuporanga na tarde do último sábado. Familiares de um homem falecido procuraram a polícia para denunciar que foram vítimas de constrangimento durante o sepultamento.
Segundo o que foi apurado por meio de um boletim de ocorrência, compareceu na delegacia o escriturário A.L.S., de 33 anos, e duas testemunhas, relatando que na última quarta-feira, dia 8, por volta das 15h15, estava realizando o sepultamento do pai, Waltair. Naquele momento, segundo a versão apresentada, havia no local dois coveiros e dois funcionários de uma empresa funerária da cidade, sendo que as quatro pessoas não quiseram auxiliar no sepultamento alegando que não era função deles. Com isso, o serviço foi realizado por quatro familiares que estavam no enterro. Porém, pela falta de experiência, a esquife caiu e ficou pendurada. Apenas nesse momento, um dos coveiros pulou dentro da cova e acertou o direcionamento do caixão, fato que possibilitou que os familiares terminassem o sepultamento. Ainda segundo o boletim de ocorrência, tal fato fez com que os familiares passassem por constrangimento. FONTE: JOCIANO GAROFOLO

COMENTÁRIOS POETA GIBIM:
É díficil acreditar até, este poeta que conhece os coveiros e já trabalhou numa época lá. Inclusive com todo respeito, este poeta já publicou um livro "A experiência de ter trabalhado num cemitério". Esquisito, mas se aconteceu, deve de ser apurado. Afinal, a família tem que ser respeitada no dia mais difícil que é a perda de um ente querido. O cemitério não foi citado, sendo que tem dois em Votuporaga. Espero que não seja o Municipal, que agora está muito bem feito e organizado.

Nenhum comentário:

SENTIMENTOS

                 Sérgio Gibim Ortega Quando eu bebo eu sou rei. Já existe uma poesia assim. Meus sentimentos se afloram, e  choro s...