-VOTUPORANGA-SP / OUTUBRO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

terça-feira, 23 de agosto de 2011

DIA DA INJUSTIÇA É BANCO ITAÚ

Sérgio Gibim Ortega

Dia da Injustiça, é o dia vinte e três.
Irreparando ao banco uma ofensiva,
Assim na minha conta, sua insensatez

Da taxa gratuita, para à taxa cobrada,
A minha conta considere se roubada.

Infelizmente não considera o cliente
Na razão de não receber mais salário
Justamente, quase que me desistente.
Uma vez ainda considero depositário,
Sabendo que sou ainda cliente ciente.
Tratam eu bem seus infiéis bancários
Informando-me o assunto eminente.
Cobrando mínimo, que estou doente,
Afastado da empresa, não milionário.

É justo cobrar taxa por não depositar?

Banco das propagandas, e querer ter
Assim sós clientes ricos para atender,
Nada pelos pobres não querem fazer.
Conta de pouco uso deveria merecer.
O pobre assim só vive então a sofrer...

Infelizmente a empresa a nós obriga
Ter conta salário para poder receber.
A depender de bancos, a nós bendiga;
Última chance na vida, tem aprender.

(23 de agosto dia da Injustiça)

Um comentário:

Anônimo disse...

Boa noite caro Poeta...
É isso aí mesmo, temos que militar sempre na defesa das causas que estão nos afligindo.
Parabéns pela iniciativa!!!
Abraço
Roberto Martins

SENTIMENTOS

                 Sérgio Gibim Ortega Quando eu bebo eu sou rei. Já existe uma poesia assim. Meus sentimentos se afloram, e  choro s...