-VOTUPORANGA-SP / DEZEMBRO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

terça-feira, 12 de outubro de 2010

A POESIA DE ORIDES SIQUEIRA


MENINO DE RUA

Ei tio da uma moedinha ai
Saiba como você pode contribuir
Passe a mão na cabeça, faça ele sorrir
Alimente ache um lugar saudável para ele dormir

Ele não vai te fazer mal
Este menino é carente de mãe e pai
Explique a ele o valor do trabalhador
Diga como é bom ser honesto ter amor

Ganhe deste menino a confiança
Ele não e nada do que dizem, é criança
Nunca mencione a palavra droga
Leve ele pra brincar soltar pandorga

Ele vai te respeitar
Nem vai te chamar mais de tio
Para ele vais ser senhor
Porque é uma vida e se deve dar valor

Este menino ali atirado
Sempre sonha ter casa ser soldado
Servir a pátria amada
Ter sua vida realmente mudada

Já pensou seus filhos surrados
Dormir em cartões e ser maltratados
Para os pais seria o fundo do poço
Como seus filhos ele é de carne e osso

Não estamos no meio do mundo
Nem no buraco mais profundo
Então pense
Tire um menor do submundo

(Orides Siqueira)

Nenhum comentário:

ESSE TEMPO

                  Sergio Gibim Ortega Eu vejo cada história passar pelo tempo... Tempo de infância, um tempo que passou. Lembranças ja...