-VOTUPORANGA-SP / OUTUBRO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

sábado, 13 de março de 2010

Os corpos do cartunista Glauco Villas Boas


Os corpos do cartunista Glauco Villas Boas, 53 anos, e do filho Raoni Villas Boas, 25 anos, foram enterrados por volta das 10h30 deste sábado (13), no Cemitério Gethsêmani Anhanguera, em São Paulo, sob aplausos e cânticos religiosos. Glauco era um dos fundadores e coordenador da Igreja Céu de Maria, do Santo Daime, que funcionava na Vila Santa Fé, onde Glauco morava e foi morto.

O caixão do cartunista foi coberto por uma bandeira do Corinthians e o do filho com uma bandeira do São Paulo e um berimbau. Bandeiras com símbolos religiosos também foram colocadas nos caixões. No sepultamento, muitas pessoas estavam vestidas de branco, como determina a Igreja Céu de Maria. Tristeza e até mesmo indignação marcaram a cerimônia.

O desenhista e seu filho foram assassinados a tiros na madrugada de sexta-feira (12), na Vila Santa Fé, em Osasco, por uma pessoa que frequentava os cultos. De acordo com testemunhas, Carlos Eduardo Sandfeld Nunes, de 24 anos, chegou armado à casa de Glauco, onde também funciona a Igreja Céu de Maria, e discutiu com o cartunista e o filho dele. Glauco e Raoni levaram quatro tiros cada. O suspeito está foragido. O caso é investigado pela Delegacia Seccional de Osasco.
G1-GLOBO.COM

Nenhum comentário:

SENTIMENTOS

                 Sérgio Gibim Ortega Quando eu bebo eu sou rei. Já existe uma poesia assim. Meus sentimentos se afloram, e  choro s...