-VOTUPORANGA-SP / DEZEMBRO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

FOI VOCÊ

Sérgio Gibim Ortega
(dedicado a Sônia)


Paro um instante para pensar em você que tanto me judiou. O seu olhar que conseguiu me enfeitiçar.Foi você que tantas vezes olhou para mim sorrindo. Seus olhos são mesmo lindos quanto você! Seu sorriso me representa tanto amor que me fez perder o sentido da vida.Foi você que não viu que eu estava me magoando e continuou a sorrir pra mim, mesmo tendo o seu próprio amor.Há...! Por que...? Por que tantos momentos de amargura sabendo que você não daria um minuto da sua atenção? Pelo menos pra dizer que eu tenho vontade de ser seu amigo. O seu melhor amigo.Foi você também que me roubou a felicidade que restava. Seu coração não tem pena de quem luta pra ser um segundo feliz na vida.A tão sonhada vida que passa e ninguém percebe.Você fez em mim a inspiração que eu não queria e por vontade continuo escrevendo o que tantas vezes passa por mim... sem resposta.Foi você que passou perto de mim e depois de me conquistar abandonou-me no jardim da vida como uma flor sem seu carinho... Ai seu carinho que continua sorrindo, mas não tem sentido.Continua me machucando e eu aqui...sem rumo.Tantas vezes foi você que disfarçadamente passou perto de mim e me provocou. Eu continuo aqui aborrecido e olhando pra quem foi com outro deixando tanta saudade.Por que devo aceitar tudo isto? Só porque eu quero e continuo te amando e nunca irei te esquecer... De forma alguma nunca.Sei que não sou culpado e me culpo. Não vivo por você mas te preciso para que eu possa dar muito amor só pra você.É uma pena que você não pode me ouvir e as noites voltarei a sonhar como se nada tivesse acontecido. Será que você nunca sonhou comigo? Talvez reze por você nas noites antes de dormir pra te ver feliz mesmo que eu não te mereça e continuarei ainda aquele... Aquele mesmo que você olhou,sorriu e deixou.Tudo isto foi você e sempre vou dizer...foi você...

Nenhum comentário:

ESSE TEMPO

                  Sergio Gibim Ortega Eu vejo cada história passar pelo tempo... Tempo de infância, um tempo que passou. Lembranças ja...