-VOTUPORANGA-SP / OUTUBRO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

VOTUPORANGA PODERÁ TER LEI SECA

Sérgio Gibim Ortega
Publicada em 30 de junho de 2009

O vereador Mehde Meidão Slaiman Kanso quer implantar em Votuporanga a chamada Lei Seca que proíbe os estabelecimentos de fechar mais cedo ou vender bebidas certa hora da noite. O vereador deu entrada na Câmara sobre este projeto de Lei.
O vereador diz que, baseado nas outras cidades onde foi implantado a Lei, melhorou em termos de roubo, assaltos, brigas, embriagues, etc. Que há uma certa hora têm muitos embriagados que perturbam o sossego em certos bairros. Meidão diz que nas cidades implantadas o povo encontrou o caminho da paz social.
E cita ainda para os estabelecimentos que continuarem vendendo, que siga rigorosamente cumprindo a Lei tendo sobre o proprietário a total responsabilidade, onde terá que ter uma autorização de onde o estabelecimento funciona e se será autorizado também, ou não.
Estará funcionando a Lei se aprovada, para bares, restaurantes, pizzarias e padarias. Fica também proibido a som ou músicas ao vivo, jogos e equipamentos eletrônicos, principalmente no horário escolar.
O Meidão pelo jeito está até com uma idéia boa. Só que não cola.Se esta Lei sair mesmo, é porque o Meidão vai querer se aposentar porque ninguém vai querer votar mais nele mesmo.
Ele se esquece principalmente que as autoridades municipais podem fazer a bagunça que querem, com esse Carnavotu, por exemplo.

Com a Lei está tirando também o único lazer e principalmente dos trabalhadores, que ao sair do seu serviço, não vai mais poder tomar sua cervejinha social, ou encontrar com os amigos, tocar seu violão.
Sem contar que a polícia quando a gente precisa não aparece. ”Pois um dia um bêbado caiu em frente ao meu portão e chamei a polícia militar, que não apareceu, nem deu bola pro bebado. O bêbado levantou-se e foi embora sozinho”. Depois tem uns proprietários que vendem mesmo assim e as escondidas. Vamos ter os embriagados mesma coisa. E os proprietários que já estão aí lutando com a vida e que ganha seu dinheiro honestamente, que paga seus impostos, esses não vão abrir nem o estabelecimento, porque não tem coragens mais e prejudicará mais um pouquinho. Depois nem um som pra se divertir um pouco em lanchonetes, etc. Que isso Meidão! Vê o que você está fazendo? Eu sei que sua idéia é muito boa e se trazer a paz isso é muito bom. Mas não funciona.Quer saber! Nem na última eleição foi proibido a venda de bebidas e eu vi vendendo bem na esquina de uma escola.

Nenhum comentário:

SENTIMENTOS

                 Sérgio Gibim Ortega Quando eu bebo eu sou rei. Já existe uma poesia assim. Meus sentimentos se afloram, e  choro s...