-VOTUPORANGA-SP / MAIO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

O MAU DA TELEVISÃO



     Sérgio Gibim Ortega

     Hoje gostaria de falar um pouco da televisão, como sempre. Mas creio que não adianta ficar julgando, criticando emissoras poderosas. Então vou tentar relatar um pouco de uma novela do momento, sem ficar citando nomes. Citar nomes não faz uma matéria de um escritor servir para muitas publicações e, além do mais, trás ainda prejuízos ao escritor. Então é bom falar mais o necessário.
     Acredito que o povo vive como muitos já acreditam. Cheio de tantos problemas, e cheio de novelas que estragam a família - Cheio de pornografia no horário nobre.
     As pessoas procuram sempre fazer o que vê na TV.  São roupas, estilos, aparência e, principalmente, o crime. O crime começa aprendendo o que a TV ensina. Nem são tanto os filmes. Mas as novelas o que vive a influenciar demais na realidade da TV. Tudo porque são capítulos e mais capítulos. O enrolar, e desenrolar das novelas. Isto vai fazendo as pessoas acreditarem no que vê. O esperar sempre por um momento de paz, o que nunca acontece. Ente o tempo, é um minuto de alegria e horas de angustia.
     Hoje uma novela mostra que homossexuais são rejeitados, e de repente também, mostra que a vida assim já é normal. Confunde a cabeça do telespectador. Ao mesmo tempo a novela mostra a trapaça entre os poderosos, e no mesmo tempo, mostra a mulher gostosa seduzindo e matando para tirar proveito do dinheiro alheio - As novelas tem mostrado a ganância do dinheiro – As novelas tem mostrado a traição entre casais - As novelas tem mostrado o desprezo pelos pobres. Não é assim que vemos?
     É uma pena sofrer por novelas quando, já o Brasil representa tudo isso - É uma pena passar tanto desgaste quando, a família chega à noite já cansada dos afazeres, e no mesmo instante quer assistir uma cena que satisfaz, mas não encontra, e só encontra o mau.
     Quando a novela chega ao fim. Tudo já está tão chato que não vale a pena ver mais.
     O público necessita de ver novos autores escrevendo melhor nas novelas, talvez escrevendo sim a realidade, mas não a distorção cansativa que leva principalmente o crime, a traição, etc.
     Soubemos que a televisão mostra a realidade sim, ou seja uma manipulação já feita a muito tempo contribuindo pela violência, e tudo o que já existe. Mas soubemos também que as emissoras jogam na cara dos governantes a todo o momento o que é o verdadeiro Brasil de hoje. Mas nada disso importa - Nada disso interessa mais.
     A televisão esquece que o governo já  é corrupto, e o os mesmos citados pelas TVs, não vão dar à mínima de endireitar esse País.
     Nossa televisão de hoje não respeita a dignidade do povo, da família, os filhos e, no melhor horário exibe só o mau, a destruição de lares, bem prolongado, devagarinho, para todos aprenderem muito bem tudo que vê, se é ainda que resta alguns para aprender a malandragem, e não a dignidade.

Nenhum comentário:

PRECISO

         Sérgio Gibim Ortega Preciso olhar em seus olhos e fazer uma bela poesia. Porque tu és a minha linda, e que me trás só alegria....