-VOTUPORANGA-SP / OUTUBRO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

domingo, 11 de agosto de 2013

OBEDIÊNCIA AOS PAIS

            Sérgio Gibim Ortega

     Diz a bíblia sagrada: “honre o seu pai e sua mãe”. Mas hoje vivenciamos os filhos contra pais. Esquecem que, por mais mal na situação financeira que foram criados, tem-se um mau agradecimento para com eles.
 
     Mesmo sabendo que antigamente os pais eram criados totalmente diferentes dos dias de hoje, o filho pela modernidade atual, deva honrar mais os seus pais, entendendo-se, que o mal é mais do que simplesmente tudo relacionado à convivência familiar, mesmo após ser dependente de suas próprias vidas. E muito mais do que isto, principalmente quando filhos já de maior idade, que não venham a ser simplesmente dependentes mais seus pais. Compreendemos sim a necessidade de precisar da ajuda dos pais. Mas não compreendemos já quando abusam dos seus pais.
 
     Leva-se em conta a honra de que; os pais fazem tudo pelos seus filhos, e por isso fica-se no abandono mais tarde; sito os pais que sofrem com seus filhos, mais aguentam sempre.
 
     Os pais nunca tem a coragem de dizer não, aonde vem à pergunta: De o porquê os pais gostam ainda mais dos filhos que estejam lhes aproveitando mais de sua situação financeira? Pergunta essa confirmada e respondida pela ciência, pela experiência, que em resposta, diz se, que os pais amam todos os filhos, mas se preocupam mais de ajudar o filho que está precisando mais, e cria então se um amor maior por eles. Dai se confundem os filhos mais bem sucedidos e da melhor situação financeira, sentindo sua rejeição.
 
     Por isso é importante saber também que muitos filhos bons, sabendo disso, e tendo este saber, também nunca desejam o mal aos filhos ruins, por vê-los em má situação.
 
     Mas está na consciência de certos filhos que aproveitam de seus pais, esquecendo-se que vieram ao mundo por eles e nunca dão o seu devido valor, deixando os pais, mais tranquilos para viver sua vida final – filhos maus que colocam seus pais no asilo – Filhos que não são tão maus, mas os colocam no asilo também, devido à convivência da má esposa talvez - Filhos maus quando usam o nome dos pais, colocando-o em má situação financeira, e delicada, deixando o seu nome ir para os “Órgãos de Proteção ao Crédito”, tirando assim o direito de viver a sua vida digna; sabendo-se ainda que eles sempre doam suas vidas as filhos – Filhos que aproveitam dos pais porque vê o outro filho se aproveitando, e não quer ficar por trás, tirando assim mais uma lasquinha ainda – Filhos que fazem despejos dos seus bens velhos sem valor, colocando-os, como depósitos nos lares do pai, ou fazendo deles um quebra-galho para poder vender seus bens velhos e tirar aproveito.
 
     E assim ainda tem filhos que só vejam os seus pais quando precisam deles.
Filhos... Sempre filhos! Só não compreendem a sua existência; não entendem que quando pequeninos, os seus pais davam muito amor e educação, e depois disso, a recompensa são os maus tratos feito em suas vidas.
 
     Dinheiro, ou ganância pela herança, levam muitos a matarem os próprios pais. Filhos ingratos que nunca pararam para agradecer, dando-o de si nos seus estudos, na alegria para com eles na obediência. Mas nunca param para imaginar a sua infância, e toda a sua memória passada que é esquecida pelo tempo. Esquece-se que um dia os pais poderiam os esmagar quando bebezinhos, porque seria muito fácil, ou sair jogando filhos ao lixo por aí como muitos já fazem - E muitos fazem o errado devido ao ver tantos filhos ingratos.
 
     Então é bem visível para um filho nos dias de hoje compreender seus pais, e dar assim uma vida melhor por eles.
 
     Vida melhor não é a riqueza, ou pobreza. Mas também não o desgosto. Tenham certeza de que muitos filhos não querem dar motivos ruins aos seus pais – Assim como também muitos acabam sendo, por serem usuários de drogas, roubando, matando, etc. E mesmo assim muitos pais ainda os perdoam dando-lhes, sempre tudo de si por eles.
 
     Não deixem o velho ditado vencer; aonde diz, “Um pai trata seis filhos e um filho não trata de um pai”. Tenham compreensão e parem profundamente para analisar! Aproveitem amar o pai demonstrando ser correto e vivam felizes para sempre!... Não deixe!... Não vista esta carapuça!... Não vista!

Nenhum comentário:

SENTIMENTOS

                 Sérgio Gibim Ortega Quando eu bebo eu sou rei. Já existe uma poesia assim. Meus sentimentos se afloram, e  choro s...