-VOTUPORANGA-SP / DEZEMBRO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

sábado, 18 de maio de 2013

AGRADEÇO AOS AMIGOS DO FACEBOOK

Sérgio Gibim Ortega


Senhores e amigos perdoem os erros de português. Aqui é um poeta não estudado, que resolveu aprender sozinho por volta 1986, quando publiquei minhas primeiras poesias e era recitada no rádio. As primeiras poesias para ser lida no programa do Joaquim Neves, eu tinha que mentir dizendo que já divulgava antes, etc. para poder entrar no rádio, se não não reconheceriam. E hoje estou aqui, humildemente pelejando pra ajudar sobre a cidade, lutando pra fazer meus livros, corrigindo sempre pelo computador.
Aqui há um poeta honesto em busca de amigos honestos. Obrigado sempre a quem me curti no Facebook.


Agradeço a Elimeire Alves de Oliveira, Eunice Nakabashi, Marcio Pires, Leandro J. Almeida, Maurício Batagin Ribeiro, Maria Tavares, Esmeraldina Reis, Paulo Alexandre, Isabel Das Graças, Luiza Silva, tem muitos nomes que não aparece, por não estar como amigo, peço a estes que me adicionem também. Eu estou sempre sem poder adicionar, mais aguardo os meus amigos novos no facebook para ler sempre a opinião deste poeta. E MUITOS NÃO CITADOS, PORQUE NÃO ME CURTI. AGRADEÇO “AMIZADE”, “MUITOS SÃO OS QUE PASSAM E PORCOS SÃO OS QUE FICAM”. SEJAM ABENÇOADOS.


OS ERROS ÀS VEZES SÃO OS REMÉDIOS QUE TOMO E ME DEIXA BEBADO PRA DORMIR... SEJAM BEM VINDOS! ESTE POETA ESTÁ MUDANDO TODO DIA PRA MELHORAR. O BLOG ESTÁ SENDO CORRIGIDOS TODOS OS DIAS PRA MELHORAR- SAUDAÇÕES POETICAS!
COMENTÁRIOS RECEBIDOS

Sérgio Gibim Ortega Elimeire Alves de Oliveira, que honra, apesar de escrever desde 1986 as primeiras publicações no ANTIGO JORNAL OESTE, passei por muitas aprovações, a minha professora Eunice Nakabashi de português sabe que eu lutava pra corrigir, e digo que sempre estou aqui para aprender.

E agora que esperava que as escolas fossem evoluir, acho que fui caminhando sozinho, e vejo crianças jogando a oportunidade fora. Mas eu não desisto não. E Vocês me emocionam. O importante é o apoio dos amigos como vocês. Esses comentários de vocês vale apena registrar em meus livros futuros.

Os planos são de mais 10 livros já prontos para por na reta final, se por firme em 20 e três anos sairá. Os que já escrevi, estou sempre reavaliando, o que ainda demora também. Agora estou pra valer. Que Deus abençoe a vocês e obrigado de coração pelos elogios.

É uma pena que não tenho condições de comprar os livros da Editora Clube de Autores na Internet, mas me coloco a fazer artesanal a mão, e já provei que fica parecido com o da editora. Eu sou como uma criança; se não der o brinquedo, realizo nos sonhos, vou presentear aos amigos quando eu sair das condições financeiras em que atravesso.

Diz que o mal vem para o bem. A tristeza de me afastar das Casas Bahia que aos anos me dediquei duramente a montar móveis para pessoas desta região de Votuporanga, de repente o problema de coluna, diabete, preção alta, ácido úrico, esporão, etc. fiquei afastado, e agora luto pra meus livros escrevendo da melhor maneira que poço, sem prejudicar-me. Fez com que eu me dedicasse aos meus livros, sempre cuidando da minha saúde.

Agora eu posso olhar a vida com mais amor e, esquecer a turbulência vivida de tantos móveis e pesos que carregava. O mau vem para o bem. O Meu sonho de criança era escrever. Não porque eu quero. Mas, seu que é uma missão que Deus me deu.

O livro Loirinha foi minha maior esperança de vida real. Mas vi que amigos são poucos. A história do amor me chateou e, não agradeceu o meu sonho de contar a história vivida. Mesmo se

m citar nomes do livro, o amor me desprezou ao contar meus sonhos dos anos 80. Mesmo assim não desisti. Isso que digo vai fazer parte do livro "A vida de um escritor" no futuro, aonde pretendo juntar as páginas.


Chorei muito quando não pude mais ser o montador de mnóveis das Casas Bahia. Mas agradeço ao Sr. Samuel Klain. E judicialmente lutei, estou vencendo. E agora minha vida e dedicar ao mundo das letras. E cada amigo guardarei no meu coração. Desta vida a gente não leva nada.

O que fazemos aqui de ruim, pagaremos aqui. E seja bom pagar aqui, do que retornar pra viver de novo o perdão.

Obrigado também a Isabel Das Graças, e que Deus ilumine a todos.
 

Nenhum comentário:

ESSE TEMPO

                  Sergio Gibim Ortega Eu vejo cada história passar pelo tempo... Tempo de infância, um tempo que passou. Lembranças ja...