-VOTUPORANGA-SP / AGOSTO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

sábado, 4 de agosto de 2012

A FESTA DO CAMINHONEIRO "MAS O PADRE NÃO BENZE CERVEJA?"

                             Sérgio Gibim Ortega
Hoje sábado, dia 28 de Julho teve mais uma festa dos caminhoneiros em Votuporanga, que acontece todos os anos nesta cidade, na Avenida João Gonçalves Leite. Agora na direção de Padre Ademir. Forma-se uma enorme fila, que às vezes chega de ir por mais de 2 km, chegando até quase a Igreja da Matriz da praça principal da cidade.
Bom! Hoje saí para caminhar e com dificuldade na dor de coluna, fui devagar, e observando parte da festa, onde concluí uma pergunta; “O Padre benze cerveja também”?. Na minha caminhada devagar, fui observando que na maioria dos carros e caminhoneiros, traziam amigos ao lado do motorista, os passageiros bebendo umazinha. Agora vi mesmo, até com a Lei seca o negócio esta mesmo é pra festa.
O Padre faz suas obrigações, vai benzendo quem passa defronte a ele na Igreja São Cristovam. Mas os caminhões e carros soltam as buzinas, e desce a cerveja. Tá certo! Mesmo com o policiamento, ninguém esquenta a cuca.
Vou lhes dizer sem ofender. É gostoso! É só uma festa. Para mim parece mais uma final de campeonato Brasil.
Seguindo minha caminhada vi até um homem folgado com uma Belina parada numa das proximidades da festa. Um carro quase bateu nele. Lugar de virar e ele parado fazendo seu pito tranquilo, e uns carros atrás esperando.  Ele parecia estar mamado. Seguir em frente a meio quarteirão, agora é contra mão. Que nada! Ele foi mesmo tranquilo contra mão. Só que antes atrapalhou aqueles motoristas atrás esperando pra virar a esquina, e ele fazendo seu cigarrinho de palha.
Seguindo adiante, vi uma mulher fazendo caminhada também e tentando segurar um cachorro enorme, um homem tentando acalmar o cão chamando-o pelo nome. Acho que era um pastor Belga, ou alemão. Sei lá que diabos de cachorro preto era aquele! O bicho era grande, e passei assustado. Pra começo de conversa, a Lei indica focinheiras.
Em Votuporanga é normal pessoas se exibirem cachorros enormes sem a focinheira. Se viesse para cima de mim, estaria morto ou teria que entrar no meio da rua por onde passavam os caminhoneiros. Com o som das buzinas, o cachorro estava mesmo apavorado. E um pouquinho adiante, um jovem já com as mãos sangrando, e todo mordido por este tal cachorro. Junto à outros amigos que o acompanhava com uma latinha de cerveja nas mãos, ele parecia estar feliz. E até ouvi a conversa entre eles. Parece que só estava tentando brincar com o cão. Com certeza quis agradar a moça e aí o bicho pegou. Assim ouvi dizer um dos seus amigos. Pelo jeito, ele nem estava preocupado de fazer curativos. E a mão parecia estar toda rasgada mesmo.
A festa estava animada, e a Igreja de São Cristovam benzeu até à noite aquela enorme fila. Parecia um passeio bom e não estou querendo criticar, mas só deixar minha opinião registrada, e que as pessoas tirem suas próprias conclusões.

Nenhum comentário:

O HUMORISMO DA TV FICA MAIS TRISTE

O ator  Paulo Silvino   morreu  nesta manhã, no  Rio de Janeiro . Seu filho João Paulo Silvino lamentou o acontecido em uma postagem no Fa...