-VOTUPORANGA-SP / AGOSTO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

QUEM SERÁ MAIS HUMANO, NÓS OU OS ANIMAIS?

Marisa Pereira Viana

Nós humanos, somos diferentes dos animais que povoam nosso planeta graças à capacidade de agir além de nossos instintos. Entender e distinguir o que é certo do que é errado e tomar uma decisão baseada nesse raciocínio, foi o “presente” a mais, dado por Deus e que nos diferencia dos animais irracionais.

Deus ao mesmo tempo em que nos privilegiou com esse atributo, o raciocínio, colocou-nos todos juntos num mesmo lugar e também nos deu a responsabilidade de zelar por esses “outros” habitantes desse planeta com todo carinho, compaixão e amor, da mesma maneira como Ele sempre tem nos tratado. Infelizmente, nós humanos somos seletivos em relação aos animais que amamos e, mesmo os que adoramos vivem à nossa disposição e são submetidos a crueldades.

Sim, há pessoas que amam verdadeiramente os animais! Sabemos de algumas que seriam capazes até de dar a sua própria vida por eles, mas também conhecemos outras que simplesmente não suportam conviver com nenhum deles. Sequer chegam perto de qualquer cãozinho ou gato e a desculpa para essa “aversão” é de que possuem um trauma de infância... Em alguns casos, sabemos que isso pode ser verdade mesmo, mas em outros, pura maldade!

Durante toda minha vida, tenho procurando entender essas pessoas, já que não me resta outra coisa a fazer diante de tal atitude. Observo, ouço, reflito... Afinal de contas, todos nós precisamos aprender a conviver com as diferenças e respeitá-las. Não posso esperar que todos gostem tanto de animais como eu, mas posso questionar como é possível não se comover diante de um ser tão doce, inocente, puro e indefeso, cuja sobrevivência vive à mercê da caridade humana?

Os que levam a sério essa responsabilidade que nos foi dada por Deus, com certeza, nos últimos dias se sentiram muito envergonhados (e revoltados!), pelas notícias que acompanhamos pela TV. Uma pessoa que se dizia uma esposa carinhosa, boa mãe, num “mal dia”, espancou e matou o seu melhor amigo na frente do filho... Com certeza, essa pessoa tem muito a aprender com os “animais”... Eles, ao contrário de nós, nunca matam por prazer ou simplesmente por estarem num mal dia... Também nunca ouvimos dizer que atacassem outro ser, sem serem covardemente provocados, mas sim que conseguem viver sempre em harmonia com os seus e o ambiente que o cerca.

O que podemos dizer então desse ser “Humano”, que se deixa dominar por seus instintos mais primitivos e deliberadamente causa dor e morte a um pequeno ser indefeso a quem deveria proteger?!? Deixá-lo livre e sem nenhuma punição?!? E se, concordarmos em deixá-lo livre, a exemplo dele, outros também não se sentirão no “direito” de chegando em casa e por qualquer motivo se sentindo também “aborrecidos”, chutar, machucar e matar o seu pobre animalzinho?!?

Crescemos ouvindo que pertencemos a uma espécie superior aos outros animais, e que fomos criados a imagem e semelhança de Deus. Possuímos na verdade uma inteligência mais desenvolvida que os demais, mas isso não nos dá o direito de sermos cruéis com os animais, muito pelo contrário, isto é algo inaceitável! E, se somos mesmos “superiores”, devemos mostrar nossa superioridade em protegê-los de qualquer barbárie como essas que temos visto nesses últimos dias. Não podemos simplesmente deixar cair no esquecimento o sofrimento desses pequeninos. Só podemos admitir uma única opção:

Cadeia já para esses “animais” que não respeitam aos animais!

Nenhum comentário:

AGENDA CULTURAL DE VOTUPORANGA

15/08/2017 Secretaria da Cultura e Turismo AGENDA CULTURAL Aqui você fica por dentro de filmes, eventos, ofi...