-VOTUPORANGA-SP / DEZEMBRO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

A POESIA DE ORIDES SIQUEIRA


MULHER BAIXINHA

Quando aperto até da pena
Aquela mulher franzina e pequena
Mas muito gostosa de namorar
Quando pego parece estar uma boneca acariciar
Com esta estatura pequena e bela
Ninguém fica na ponta dos pés para beijar como ela
Pequena no tamanho, gigante a sussurrar
Como é gostoso poder ter uma baixinha para amar
Com sua voz leve e macia
Inquieta e arredia
Ninguém agüenta os gemidos desta guria
Não tem nada melhor sexe e charmozinha
Do que uma mulher baixinha
Vou do zero ao infinito em um segundo
Não existe nada melhor que uma baixinha neste mundo
Fico parado seu corpo olhando
Pensando em minhas mãos por ele deslizando
Usa salto quinze para dançar
Ou será para os glutens mais arrebitar
Quando dança parece uma deusa enfeitada
Quem tem uma baixinha não pensa em mais nada
Deus fez esta pequena mulher
Porque os melhores doces se usa pequena colher

(Orides Siqueira)

Nenhum comentário:

ANÕES REJEITADOS PELOS PAÍS EM NOVELAS E FILMES

     A atriz Juliana Caldas , 30 anos, em um dos papéis principais novela das nove "Do outro lado do Paraíso" de Walcyr Ca...