-VOTUPORANGA-SP / OUTUBRO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

domingo, 12 de setembro de 2010

COMO ENTENDER ALGO INESPLICÁVEL


Sérgio Gibim Ortega


Leiam como se fosse uma oração ou como uma carta, não importa. Saibam que a minha vida está aberta a todos que querem saber.
Um dia tive um sonho, assim como todos sonham. Eu sonhei de
estar ao lado de alguém e de construir um lar. Sonhava em ser feliz e estava conseguindo...
Quando eu menos esperava, foi como um vento que passou e assim, há quem dizem que possa ser um espírito ruim, e até como dizem os grandes sábios.
Algo que entrou em meu bem e sem que ela percebesse, aos poucos foi conduzindo-a, a sua vida. E der repente quando percebi o nosso lar já estava se destruindo.
Sempre tentei ser “honesto e trabalhador: “Por que falta algo?” Se sempre procurei aprimorar o meu trabalho. E se sempre tratei bem ao meu próximo. Mas alguma coisa ainda me intriga; Não sei se há algo de errado. Sei que estou cumprindo com o meu papel de um bom cidadão nesta vida.
Sei que há muitos desconhecidos pensando mal de mim e até
Com razão, porque não sabem o que fiz; Não fiz nada! Mas tenho que ser o culpa do. Meu nome se tornou um doce para as pessoas. Assim é que eu sinto.
Num só momento penso que fui unido pelo enlace matrimonial,
eu e meu bem. E então, aqueles que me conhecem e se ainda, sendo mais próximo da família e até me julgam, e se não percebem o grande erro de julgar ao próximo e às vezes até dizendo: "Eu tenho a fé! - Sou crente!". Há meu Deus! E como existem pessoas falsas, que ignora a gente por trás. Mas se é estas mesmas pessoas que um dia precisou dos meus esforços. Per que? Por que tanta ira agora contra minha pessoa?
Muitos julgam, mas nem sabem o motivo, nem sabem que eu não teria coragem de dever algo a alguém, nem se quer um misero centavo.
Está-se passando uma faze ruim agora e se nem sou culpado,
mas a minha companheira tenha se perdido e que também não foi por sua culpa. O que dizer então?
Pode existir um momento de fraqueza ou um mau espírito mesmo, que a levou a fazer de uma forma totalmente errada e até veio para nos destruir.
Tantas críticas e até existem pessoas com tal conhecimento na espírita e que se faz de não entender e julgam o seu próximo.
Mas se há certa pessoa, ainda que queira ver o seu irmão destruído e nem se importa, se está doente ou não. Pois o seu destino só caminha para destruir; O que posso fazer meu Deus?
Mas tenho muitos amigos e são pessoas boas, e que por onde tenho passado, elas sabem de minha existência, da minha dedicação, do meu talento e assim muitas pessoas tem me reconhecido. Sabem que não sou mal.
Mas se para alguém, ainda sou errado, acho que só tenho de orar sempre para estes.
Mas é difícil acreditar que hoje alguém possa estar sorrindo, de uma má interpretação, e amanhã, alguém poderá estar chorando. Porque que quem planta colhe.
Agora e sempre tenho comigo um Deus. Meu Pai todo poderoso que está sempre do meu lado. Obrigado!
Escrita aproximadamente em 1995

Nenhum comentário:

SENTIMENTOS

                 Sérgio Gibim Ortega Quando eu bebo eu sou rei. Já existe uma poesia assim. Meus sentimentos se afloram, e  choro s...