-VOTUPORANGA-SP / OUTUBRO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

quarta-feira, 28 de julho de 2010

A POESIA DE ORIDES SIQUEIRA



O PROFETA

Um louco ou certo
Seu futuro será incerto
Vive em sobrevida
Em vida reproduzida

Querendo atingir a meta
Um pobre e velho profeta
Fala sem nexo vira poeta
Nas trevas da ignorância

Anda descalço no deserto
Diz ter gente por perto
Sua amada esta em lugar incerto
Neste mundo infesto

Vive a contemplá-la
Por não ter forças para amá-la
Sai por ai atirando a esmo
Acaba nem amando a si mesmo

Vive como um caçador
Um animal predador
Carrega no peito a dor
Sem nunca viver um grande amor

Com enorme tristeza em seu olhar
Vive a divagar

(Orides Siqueira)

Nenhum comentário:

SENTIMENTOS

                 Sérgio Gibim Ortega Quando eu bebo eu sou rei. Já existe uma poesia assim. Meus sentimentos se afloram, e  choro s...