-VOTUPORANGA-SP / DEZEMBRO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Cidade tem quase 700 casos de dengue confirmados



Andressa Aoki
andressa@acidadevotuporanga.com.br

A dengue se alastra por todo o Brasil. Os números preocupam a saúde pública e a população. Na região, 10 pessoas de São José do Rio Preto faleceram em consequência da doença e foram registrados mais de 14 mil casos. Em Votuporanga, a proporção é menor, mas mesmo assim considerável. A pedido do jornal A Cidade, o Secez (Setor de Controle de Endemias e Zoonoses) informou que foram registrados, até o momento, 696 casos confirmados e 1.761 suspeitos. A Comissão Tolerância Zero para a dengue, do Rotary Club de Votuporanga, se reuniu na última terça-feira com a Secretaria da Saúde. Além dos rotarianos, estavam presentes a secretária da Saúde, Fabiana Arenas Stringari de Parma; a responsável pelo Setor de Controle de Endemias e Zoonoses da Secretaria, Cléria Mesquita; a chefe de Departamento, Vera Dorigan; o superintendente da Saev Ambiental (Superintendência de Água, Esgoto e Meio Ambiente de Votuporanga), Marcelo Marin Zeitune e o secretário da Cidade, Marcus Vinícius Sanches. Na ocasião, a equipe da saúde fez uma explanação do trabalho realizado. Os 68 agentes de saúde do Secez estão percorrendo as residências para recolher criadouros do mosquito e orientar a população sobre as principais ações de combate e prevenção. Ao ser notificado algum caso suspeito a equipe volta no local e faz o bloqueio, que consiste na busca por possíveis focos em nove quarteirões ao redor da residência onde mora a pessoa com suspeita da doença. Se o caso for confirmado, a equipe fará o trabalho de nebulização em 25 quarteirões ao redor. Também está em funcionamento o Disk Dengue pelo número 0800-770-9786, que pretende envolver a população no trabalho de eliminação do mosquito. Entre as situações que podem ser denunciadas estão, casas abandonadas que podem servir como meio de proliferação e outras inúmeras situações encontradas no dia a dia pela população. O presidente da Comissão, Joaquim Figueira da Costa, destacou que nesta semana irá receber o relatório das atividades para que o grupo possa definir cronograma. “Falamos sobre a intenção de plantar crotalária no fundo de vales e em locais públicos. Eles foram a favor da ideia e disseram que não conseguiram viabilizá-la”, enfatizou. A planta atrai as libélulas, que são predadores naturais do Aedes aegypti O objetivo da Comissão é unir esforços para a prevenção da dengue. “Nós pretendemos chamar atenção que é necessário conscientização. Não é esperar as ações da Secretaria da Saúde e do Poder Público. É necessário um trabalho bem abrangente para que haja esforço e tolerância zero para a dengue”, finalizou.
FONTE-JORNAL À CIDADE DE VOTUPORANGA

Nenhum comentário:

ANÕES REJEITADOS PELOS PAÍS EM NOVELAS E FILMES

     A atriz Juliana Caldas , 30 anos, em um dos papéis principais novela das nove "Do outro lado do Paraíso" de Walcyr Ca...