-VOTUPORANGA-SP / OUTUBRO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

sábado, 1 de maio de 2010

PREFEITO ANUNCIA FIM DA CACHAÇADA EM VOTUPORANGA
30/04/2010
12h20-Votuporanga vai ganhar uma unidade da Clínica Pública de Internação para Adolescentes Dependentes de Álcool e Drogas. O prefeito Nasser Marão Filho acertou, em audiência com o secretário adjunto de Estado da Saúde, Nilson Ferraz Paschoa, na última terça-feira, em São Paulo, a instalação da primeira unidade na região noroeste paulista. Marão e a secretária municipal de Saúde, Fabiana Arenas Stringari de Parma, já haviam iniciado a conversa com o secretário estadual Luiz Roberto Barradas Barata e estiveram esta semana na capital para discutir detalhes do convênio. De acordo com o prefeito, esse é um problema que atinge muitos jovens no Brasil “e por isso não devemos virar as costas, temos que olhar com atenção e promover políticas públicas que ajudem a tirar essas pessoas dessa situação”. A proposta é que a Prefeitura faça o investimento inicial, destinando um local para o funcionamento da clínica, e o Governo do Estado custeie a manutenção. “Junto com a equipe técnica da Prefeitura vamos definir um local apropriado e fechar os detalhes com o Governo do Estado”, afirma. A meta é que a Clínica de Álcool e Drogas entre em funcionamento a partir do ano que vem. O Governo inaugurou três clínicas semelhantes, em Itapira, Cotia e São Bernardo do Campo. “Entendemos que é importante para a nossa região uma estrutura desta, por isso lutamos junto à Secretaria de Estado da Saúde para que Votuporanga fosse contemplada”, explica o prefeito. O projeto prevê que serão 50 leitos. O modelo da unidade propõe o gerenciamento dos casos individualizados dentro de um programa de estratégias terapêuticas. A desintoxicação do paciente acontece fora do ambiente hospitalar para o qual essas pessoas costumam ser encaminhadas. O modelo, além de utilizar métodos modernos, incorpora ao tratamento a participação da família, capacitação educacional, atividades físicas e orientação vocacional. Segundo o secretário Luiz Roberto Barradas Barata, “é um novo modelo de tratar esses pacientes, que antes tinham como opção apenas o atendimento ambulatorial nos Caps (Centros de Atenção Psicossocial) ou internações curtas em hospitais gerais, para desintoxicação. A participação dos familiares, aliado com as demais técnicas ao longo do tratamento, é fundamental para a recuperação dos jovens”. A secretária Fabiana Parma explica que após o tratamento na Clínica Pública, os adolescentes terão acompanhamento ambulatorial supervisionado e também ações de reinserção social. Ela esclarece ainda que o objetivo principal da Secretaria de Saúde continua sendo trabalhar na prevenção das dependências químicas “para que os nossos jovens não adoeçam e não venham a necessitar de internações. No entanto para os já adoecidos se faz necessário termos na região serviços que ofereçam essa assistência com humanização e qualidade”.
VOTUPORANGA TUDO

Um comentário:

KIKO disse...

Caro Poeta Gibim, sinto muito em lhe informar, mas não será o fim da cachaçada na cidade. O prefeito apenas anunciou que implantará à clínica para tratamento dos cachaceiros. Não diz nada sobre o fim desta prática irracional, principalmente porque o prefeito, seus amigos e o seu grupo político estão levando muita vantagem com tudo isso. O pagamento da conta será arcado pelo poder público, o que, lei-ase nas entrelinhas, seremos nós que pagaremos pelos lucros deles e pela fraqueza daqueles que inconscientemente são endereçados por este caminho por interesses de gente que não tem o menor respeito pelo seu semelhante.

SENTIMENTOS

                 Sérgio Gibim Ortega Quando eu bebo eu sou rei. Já existe uma poesia assim. Meus sentimentos se afloram, e  choro s...