-VOTUPORANGA-SP / AGOSTO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

segunda-feira, 29 de março de 2010

A TU MEU FILHO
Sérgio Gibim Ortega

Pequenino, deitado ao leito
tu dormes meu filho.
Sem culpa da vida,
do dia em que tu nasceste,
não consigo mais te esquecer.
Sinto-me culpado,
eu, que te rejeitei no início,
por um motivo
que não consigo ignorá-lo
de minha vida,
de minha mente.
Deus levou-te, meu inocente
e sentimos tua falta,
eu e tua mamãe
que os carregou aos
poucos meses, na sua gravidez.
Dormes em paz... Filho querido...
Pois que a vida
nos pregou uma peça.
As pessoas nunca compreenderam
minhas palavras que
buscavam respostas a todo o momento...
E foram momentos difíceis.
Natimorto, tu nasceste...
E vejo teus olhinhos fechados
que não sei a cor, mas acho que é
igual aos meus.
Teu narizinho fino
e tua cor branca, pálida...
Teus cabelinhos da cabeça
e tua pequenina boca...
Tudo... Tudo... Parece comigo,
e até arreparo os pelinhos,
bem fininhos já nascendo
em teu rostinho...
Do tempo em que tu partiste meu filho,
não consigo mais te esquecer...
e por onde vou... onde estou...
vejo teu rostinho branco e pálido
deitado ao leito, meu filho querido...
Sei que viverás dentro de mim,
sempre, na minha mente... no meu coração e no
infinito....

Dedicado a Jesus Berigo Gibim Ortega
+13-11-1992+

Nenhum comentário:

O HUMORISMO DA TV FICA MAIS TRISTE

O ator  Paulo Silvino   morreu  nesta manhã, no  Rio de Janeiro . Seu filho João Paulo Silvino lamentou o acontecido em uma postagem no Fa...