-VOTUPORANGA-SP / DEZEMBRO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

O EMPREGO

Sérgio Gibim Ortega
(10/11/1994


Senti uma coisa que todo mundo senti quando falta algo. Senti raiva porque o serviço se afastou de mim, quando estava quase vencendo.
É assim mesmo. Pensamos que tudo é fácil, mas der repente se torna difícil.
Olhei para meus amigos e para os outros também. Pra eles faltava o mesmo que eu, o emprego. Tudo faz parte de nós, mas o trabalho é que nos da uma vida cheia de amor e tudo acaba se tornando uma felicidade, onde temos tudo que faz uma verdadeira amizade.
Queríamos trabalhar para ganhar o pão da vida e ter uma união sem ninguém falar que somos desocupados.
A crise chegou tão logo e com isto fiquei aqui sem saber o que fazer. Com tempo quis arrumar emprego, mas não consegui e tudo foi se tornando pior.
Agora um amigo se preocupava e passava a arrumar um trabalho, que não era pra mim. Fiquei firme e tentei. Infelizmente não consegui e já vi que não era pra mim.
Os outros começam a falar mal, os vizinhos, os parentes, os amigos e sempre aquele que este bem arrumado. Pois todos se preocupando com minha vida ou a dos meus amigos.
Lutei pra mudar. Ma uma vez não havia jeito de me arrumar, mas continuo a batalhar.
Tudo está meio difícil. Os amigos, os parentes e os vizinhos não enxergaram a crise que tornava mais difícil.
Mesmo que tudo continua ruim. Os outros me traindo pelas costas. Não tem importância e sei que vamos vencer de qualquer forma.
Existem pessoas amigas que lutam e também sente tudo que vem pela frente. Sempre terá as maus pessoas que nunca entendera a gente.
Sei que devemos fazer aquilo que gostamos e não o que os outros mandam. Tudo levou a lembrar que vamos conseguir e isto é mais uma vontade que ponha remos em pratica. Trabalharemos unidos numa equipe e não vamos atrapalhar a vida do próximo que esta tentando chegar ao seu objetivo.
Obrigado por isto e a vida sempre continuara, porque Deus esta presente!

COMENTÁRIOS

Sérgio Gibim Ortega

Escrito em 1994 onde a minha situação se encontrava muito difícil. Como disse graças a Deus vencemos e hoje provamos que o trabalho venceu. O Poeta agradece a Deus por trabalhar hoje como montador de móveis em uma empresa vencedora também que é a maior!

Nenhum comentário:

ESSE TEMPO

                  Sergio Gibim Ortega Eu vejo cada história passar pelo tempo... Tempo de infância, um tempo que passou. Lembranças ja...