-VOTUPORANGA-SP / DEZEMBRO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

sábado, 12 de setembro de 2009

Morre paciente de gripe suína em Votuporanga

Andressa Aokiandressa.aoki@gmail.comA Santa Casa de Votuporanga registrou a primeira morte por gripe Influenza H1N1. O paciente de 53 anos que estava internado desde o dia 30 de agosto em estado grave, faleceu na última quinta-feira na UTI do hospital. O homem era de Gastão Vidigal e teve o diagnóstico de gripe suína no último dia 4. Segundo a assessoria de imprensa da instituição, o paciente não era considerado pertencente ao grupo de risco, como idosos acima de 60 anos, crianças menores de dois anos, gestantes, pessoas com diabetes, doença cardíaca, pulmonar ou renal crônica, deficiência imunológica, e também pessoas com doenças provocadas por alterações da hemoglobina, como anemia falciforme. Votuporanga possui quatro casos confirmados de gripe A, todos com acompanhamento da Vigilância Epidemiológica e nenhuma internação. Em Fernandópolis, duas mulheres estão internadas na Santa Casa de Fernandópolis com suspeita da nova gripe. O estado de saúde das pacientes, uma de 26 anos e outra de 32, é estável. Um homem de 43 anos morreu na quinta-feira, em Mirassol. Ele foi atendido três vezes no Pronto-Socorro da cidade. A chefe do serviço de Vigilância Epidemiológica informou que os sintomas gripais eram fracos. Mesmo assim, amostras de secreção foram enviadas para análise no Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. Em Mirassol até agora só foi confirmado um caso da gripe suína. A doença já tinha sido a cuasa de óbitos de três vítimas fatais na região somente neste mês. Um homem de 44 anos, uma mulher de 50 anos, ambos de Rio Preto, e a professora de canto Célia Aparecida de Souza, 40 anos, de Catanduva, estavam contaminados com H1N1. Na região, outros cinco óbitos já haviam sido registrados. Além das mortes, foram confirmados ainda dois casos positivos da doença em Rio Preto e outros três em Catanduva, Fernandópolis e Votuporanga. O número total de ocorrências de gripe A entre moradores do noroeste paulista é de 71, sendo 32 apenas em Rio Preto. A Gripe A é uma doença que tem como conseqüência uma variante do vírus H1N1. Seu contágio através das vias aéreas, como a gripe comum, com contato diretamente ou indiretamente, por meio das mãos com objetos contaminados, o vírus também se espalha, inclusive pelo próprio ar ambiente. Os sintomas são muito parecidos com a gripe comum, estão incluídos: febre alta, cansaço, dores musculares, tosse, fadiga, surgiram pessoas com vômitos e diarréias.Os indivíduos com febre, acompanhada de tosse e/ou dor de garganta devem buscar avaliação médica antes de completar as primeiras 48 horas dos sintomas. Esta avaliação pode ser realizada ambulatorialmente, nos postos de saúde. Somente os casos avaliados como graves é que serão encaminhados para o pronto-socorro hospitalar. Nos finais de semana, em que os postos de saúde estão fechados, o pronto- atendimento é prestado no Mini-Hospital “Fortunata Germana Pozzobon”.
NOTÍCIA COLHIDA NO JORNAL À CIDADE DE VOTUPORANGA

Nenhum comentário:

ANÕES REJEITADOS PELOS PAÍS EM NOVELAS E FILMES

     A atriz Juliana Caldas , 30 anos, em um dos papéis principais novela das nove "Do outro lado do Paraíso" de Walcyr Ca...