-VOTUPORANGA-SP / AGOSTO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

'Não vamos mais brigar na frente dele’, diz mãe de menino que fugiu em ônibus

19/10/09
Criança foi até Aparecida pagar promessa para pais pararem de brigar. Menino de 11 anos voltou para Sales na madrugada desta segunda.
A mãe do menino de 11 anos que foi escondido embaixo de um ônibus até Aparecida, a 180 km de São Paulo, pagar uma promessa para que os pais parassem de brigar, disse que ela e seu marido vão se controlar para não discutir mais na frente do filho. Jeferson Aparecido de Amorim voltou para casa na madrugada desta segunda-feira (19), após participar de uma missa no Santuário de Nossa Senhora Aparecida e pagar a promessa. “Era briguinha normal de casal, nada muito sério. Às vezes ele via a gente discutindo um com o outro. Mas agora, se ele quer paz, vai ter paz. Vamos ter que nos controlar, não vamos mais brigar na frente dele”, contou Silvia Helena Aparecida da Silva, que mora em Sales, a 435 km da capital paulista. “Na cabecinha dele, ele não gosta de ver ninguém brigando. Ele gosta de paz, não gosta de ver ninguém discutindo. Ele é muito amoroso”, disse ela sobre o filho. O menino fugiu de casa na noite de sexta-feira (16). Com a ajuda de amigos, ele descobriu que um ônibus sairia de Sales. Ele voltou para casa, tomou banho e avisou à mãe que iria até a rodoviária desejar boa viagem a um grupo de pessoas que estaria em um ônibus. Sem que ninguém percebesse, ele entrou debaixo do veículo e se escondeu em cima do paralama. Foram mais de 9 horas de viagem e cerca de 550 km rodados.No meio do caminho, o motorista recebeu um alerta. “Por volta das 4h30, o telefone de um rapaz tocou dizendo sobre o menino. Depois veio a notícia de que ele estava dentro do paralama. Ele estava todo sujo”, explica João Antônio da Silva, que quer esquecer a viagem. “É um negócio triste, eu sou avô e fico triste demais com essa situação”. A mãe chamou a polícia quando percebeu a falta do filho, mas só ficou sabendo de seu paradeiro no sábado de manhã. “A gente temia o pior. Peço a Deus para que não aconteça mais”, contou Silvia. No domingo (18), antes de voltar para casa o menino pagou sua promessa e participou de uma missa na basílica de Aparecida. Ele também disse ter pedido desculpas à santa. "Eu pedi desculpas a ela, e ela me desculpou", contou. “Ele está com o olhinho vermelho de não dormir, o cansaço dominou. Mas ele voltou feliz de ter cumprido a promessa”, contou a mãe. A dona de casa, que tem outros dois filhos de 19 e 5 anos, explica que a família toda é bastante religiosa. Ela aproveitou a manhã desta segunda para matar as saudades do filho. “O susto vai passando aos poucos. Graças a Deus ele chegou são e salvo. Hoje estamos só curtindo um ao outro, amanhã [terça, 20] ele volta para a escola, para as atividades normais”, disse a mulher, que acredita que o ocorrido reaproximou a família. Apesar do susto, a família não registrou boletim de ocorrência sobre o desaparecimento do menino.
G1-EDIÇÃO SÃO PAULO

Nenhum comentário:

AGENDA CULTURAL DE VOTUPORANGA

15/08/2017 Secretaria da Cultura e Turismo AGENDA CULTURAL Aqui você fica por dentro de filmes, eventos, ofi...