-VOTUPORANGA-SP / OUTUBRO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Artistas locais serão mapeados


Da Redação
Ações na área da cultura estão se tornando mais frequentes em Votuporanga. Primeiro foi a participação, pela primeira vez, no Circuito Cultural Paulista, projeto do governo estadual que propõe a apresentação de artistas de todo o país em diversas cidades do Estado, depois a importante contratação do novo professor de teatro, Rildo Goulart, agora, a divisão de cultura vai mapear os diversos tipos de manifestações culturais e artistas existentes na cidade - artes plásticas, dança, música, atividade circense, cinema, literatura, teatro, folclore, filatelia, fotografia, entre outros. A iniciativa partiu da diretora da divisão de cultura da Secretaria da Educação, Cultura e Turismo, Marinês Manhani Lima. "Conversando com outros secretários de cultura, falou-se muito nesse censo cultural. Grandes cidades têm tomado essa iniciativa", diz. Podem se cadastrar artistas individuais, grupos ou associações. A Secretaria solicita que os profissionais preencham a ficha de dados, disponível no setor de Cultura, na rua Santa Catarina, 3747, Centro, das 8 às 17 horas, de segunda à sexta-feira. Informações pelo 3405-9750. Segundo Marinês, fazendo o mapeamento, consegue-se conhecer todos os segmentos e programar ações culturais em áreas específicas, além de manter contato, convidá-los para eventos. Esses artistas sempre estiveram muito distantes da secretaria. Segundo a diretora, depois de listados todos os artistas e segmentos, a ideia é fazer um site com fotos, releases, cartazes, contato e outras informações dos artistas, um banco de dados. "Sabemos, por exemplo, que no bairro Pozzobon existem grupos de Folia de Reis e eskatistas, apesar de saber da existência não mantemos contato com essas pessoas. Não sabemos de suas necessidades, quem são", diz. Segundo Marinês, com o mapeamento a secretaria estará mais perto desses grupos, nos diversos bairros da cidade. O Mapeamento será estendido também para Simonsen, distrito de Votuporanga, e bairros rurais, como a Vila Carvalho. Marinês entende que é função da prefeitura dar assistência a essas pessoas. "Juntos poderemos potencializar eventos que já existem nos bairros, promover a troca de cultura", explica Marinês.

Depoimentos

Natalie Moro Camolesi, 17, estudante e interessada por música
""É uma forma de administração de conhecimento interessante. Sinto falta de lugares que ofereçam apresentações culturais, ambientes que fazem o encontro de pessoas com os mesmos ideiais, eventos que promovam a interação de artistas do mesmo segmento. Gostaria também de um espeço para ensaios, com equipamento de qualidade. Acho que a Secretaria poderia oferecer cursos gratis na área de música. A cidade tem muita gente boa, que toca ou faz música, mas precisa de um insentivo."

Ester Alkimim
"Acho o mapeamento uma proposta excelente. Há muitas pessoas que produzem materiais interessantes e vivem à sombra. Temos escritores que já ganharam prêmios até na Europa e vivem na clandestinidade da mídia e fora dos projetos culturais. Porque, na verdade, desanimaram com a política cultural desenvolvida na cidade nos últimos anos. Conheço escritores que vendem livros de porta em porta e nunca tiveram uma noite de autógrafos; gente que pinta quadros extasiantes e que nunca teve a oportunidade de fazer uma exposição. Mas a iniciativa não pode ficar somente no papel como ocorreu com o mapemaneto de bandas da cidade, anos atrás. Seria legal que a secretaria fomentasse encontros culturais, saraus, eventos literários, noites dos "malditos" (poetas), por exemplo, que fizesse o negócio realmente acontecer, e, para isso, buscasse parceiros dentro dos próprios grupos culturais segmentados"

Alvaro Rovares, 29, publicitário e ator
"Acho super importante para os artistas e a cidade em geral. Na área de artes cênicas, sinto falta de um bom espaço para apresentações. Com a construção do novo teatro, todos nós, atores estamos com uma grande expectativa. Também sinto falta de um espaço físico para ensaios em geral, seria fundamental pra nós artistas, usar este novo espaço (teatro em construção) para ensaios, pois já estaríamos em um ambiente cênico e isso ajuda bastante."
FONTE-JORNAL À CIDADE DE VOTUPORANGA

Nenhum comentário:

SENTIMENTOS

                 Sérgio Gibim Ortega Quando eu bebo eu sou rei. Já existe uma poesia assim. Meus sentimentos se afloram, e  choro s...