-VOTUPORANGA-SP / OUTUBRO DE 2017 - RESPONSÁVEL: Sérgio Gibim Ortega - CONTATO: poetagibim@hotmail.com

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

RETIRADA A FOTO QUE BASEADA NA HISTÓRIA DE “LOIRINHA O GRANDE AMOR DE MINHA VIDA”

Sérgio Gibim Ortega


Mal comecei escrever meu livro e já veio ameaças. Eu disse no prefácio da História de meu livro que comecei a escrever que as fotos seriam desenhos, montagem de fotos. Usei uma foto de uma pessoa encontrada a muito tempo para publicar no livro que está sendo escrito aos poucos em meu jornal.
Mas infelizmente apareceu uma pessoa que se diz marido de Loirinha e confundiu a foto pensando que era mesmo sua esposa. Me ameaçou que eu retirasse do jornal para não me processar.

Sendo uma História delicada que escrevo sobre minha vida a qual desejei escrever quase a vida toda, resolvi retirar e colocar uma foto de minha esposa mesmo.

Além de a foto não ser da sua mulher, a pessoa que me inspirou no passado a eu escrever, fiquei um tanta chateado. Primeiro, escrevo apenas o que senti no passado. Onde a minha História não cita nomes e nem fatos que demonstre ser ela. Segundo, eu quis por uma foto até parecida um pouco, mas que não era da pessoa a intitulada Loirinha.Terceiro, a mais de 23 anos que não tenho nem um contato, que não vejo a tal pessoa Loirinha e que nunca fiz nem um mal a essa pessoa, a não ser gostar ou ter amado no passado.

Assim sendo um escritor e poeta, a qual me dedico a escrever e querer contar uma História de amor do passado, não pensei que teria um preço.

Então mesmo tendo a razão e para não ficar brigando com a justiça e passando vergonha que é desagradável até provar que a foto não é dela, resolvi retirar do meu jornal.

Só não fiz antes, quando recebi a primeira ameaça, porque achei que seria trote de amigos e não acreditei que o próprio marido desta pessoa intitulada Loirinha estivesse visitando o meu jornal. Não acreditei que meu jornal estivesse assim já tão divulgado.
Já quando veio a segunda ameaça, eu acreditei, porque na época que aconteceu esta História na minha vida, ele citou um detalhe. Mesmo assim não acreditando direito, me senti na obrigação de retirar a foto já que não seria ela mesmo publicada no livro.
Diante desta situação fico até constrangido de continuar a minha História de amor que é do passado e que às vezes a gente tem que pagar um preço alto pra contar.
Já vi que muitas vezes a gente estando certo na vida as pessoas fazem da gente o errado.
Ninguém vê as terríveis Histórias da vida, mas olha uma coisa tão insignificante. Mas pra mim teve um alto valor em minha vida. Mesmo que minha História é só de ilusão. Mesmo que minha História é só minha.

Veja o primeiro E-mail das ameaças ao nosso jornal!

Caro Sr. Sergio Gibim Ortega

A principio creio eu seu cortez que me apresente, eu me chamo --------, sou o esposo da pessoa que vc chama de loirinha a 23 anos, e a pedido de amigos que visitaram o seu blog intutulado de ¨Jornal do Poeta Gibim", acabei por visita-lo tambem, e tenha o sr. a certeza que ate admiro a sua coragem de expor sua vida pessoal junto a rede de internet, e respeito o seu direito de expressar os seus sentimentos, pela loirinha, mulatinha, moreninha, japonesinha ou a quem seja , no entanto minha esposa se reserva no Direito de não se ver publicada a a sua imagem em algo tão intimo e pessoal de vossa senhoria. Dessa forma aqui amigavelmente solicito que vossa senhoria retire a imagem de minha esposa, colocada em seu blog, pois se não o faze-lo de forma expontanea, é reservado o direiro a minha esposa tanto na esfera civil o criminal denuncia lo e ate mesmo processa-lo, vejamos o que lhe garante esse direito entre os outros, temos a lei Maria da Penha, temos um ato de difamação, um ato de publicação de uma imagem (foto) tirada e divulgada sem autorização, temos um assedio moral, temos uns danos moraes, bom se eu for aqui inumerar a quantidade de possibilidade que ela tem de denuncia-lo, e lhe processar criminalmente e civilmente a lauda no email seriam insuficiente.

Portanto caro poeta, de uma forma umilde e amigavel, solicitamos que sua historia de amor não correspondida não envolva nomes, ou fotos, do resto a historia é sua, viva a, pois sera sempre uma historia exclusivamente sua.

Grato
-------------


Veja o segundo E-mail das ameaças!

FW: CONSIDERAÇOES
Caro Sr. Sergio,

Tentei contacta-lo por via celular para que nos falassemos, mas seu aparelho encontra em caixa Postal.

Apos passar quase 48 horas do meu primeiro email, vejo que o Sr. continua divulgando a foto de minha esposa em seu blog, então percebo que o Sr. Ignorou o que lhe foi solicitado,no entanto saliento que o email anterior como esse não é objeto de ameaças, e sim um comunicado que iremos denuncia-lo de fato , caso o Sr. não retire as fotos de minha esposa de seu blog no prazo de 24 horas, a contar de hj 12/11/2009, 15:03 hs, e pelo constatei junto o Tribunal de Justiça, o Sr. não possui quaisquer processo, então acredito que a sua persistencia em manter a divulgação da foto de minha esposa, possa a vir lhe trazer alguns aborrecimentos que podemos evita-los, dessa forma reitero minha solicitação ao Sr, para que retire a foto publicada , o sr ate pode continuar a contar a sua estoria, isso a nos nada afetara, pois sou conhecedor dessa historia a 25 anos, quando tivemos aquela conversa "amigavel" na Santa Luzia.

Não tenho a intenção de prejudica-lo, e tão pouco prejudicar o seu trabalho ou sua arte, porem não aceitarei que o Sr. continue a divulgar as fotos de minha esposa em seu blog.

Terminado o prazo que estou lhe dando, pode ter certeza que estarei junto a Policia Federal formalizando a denuncia contra Vossa Senhoria, e tambem na delegacia da mulher onde minha esposa registrara a ocorrencia, e em seguida iremos formalizar junto aos nossos advogados a solicitação de impetração de ação contra vossa senhoria, os quais irão nos representar nos tribunais.

Apresento as minhas saudaçoes

A -------------

Veja o que respondi aos E-mail das ameaças!

Olá ............, eu não respondi a primeira vez porque achei que seria um trote. Mas você falando da praça Santa Luzia, percebi que é você mesmo!
Puxa vida agora vi que você não conhece mesmo sua mulher. Que isso, eu te garanto que essa foto não é sua mulher e pode perguntar a ela. É uma foto que desenhei e que montei através de outras fotos.
Pois te garanto que não é ela. Você pode comparar a foto da sua mulher que não tem como. Eu apenas quero contar a minha história e você está assustado de mais.
Por que isso?
Hoje sou casado, tenho um filho e uma mulher que adoro.
Eu juro pra você que nunca tive uma foto de sua esposa. A vida toda quis escrever sobre mim. E você se assusta atoa.
Você não confia nela.
Não acredito que você me acompanha ou que lê o meu jornal. Fico até honrado. Pois sei que você é uma pessoa bacana, religiosa, e importante. Isso porque o meu irmão através de grupos de jovens esteve na sua casa e me falou uma vez. É muito gratificante saber que o meu jornal é muito lido e você viu.

Mas, puxa vida. Uma foto que não tem nada haver com sua esposa e você vem me falar de processo, de Maria da Penha. Eu acredito que você é uma pessoa boa e até pelo conteúdo deste seu E-mail.

Eu vou fazer o seguinte, coloco então a foto de minha esposa. Você disse que não tem problema e não pode impedir de eu contar a minha História.

Mas tenha certeza. Eu não tenho medo de processo porque estou de consciência tranquila de que esta foto é de outra pessoa. Pode analisar bem e se você ver que estou com a razão, pela pessoa boa que você deve ser, vai me voltar a comunicar.

Quanto a História de minha vida eu pensei a mais de anos e queria escrever, o que não vai ser divulgado nomes. É apenas uma História.

É muito bom falar com você. Pois aquele dia na Santa Luzia nunca vou esquecer e não tivemos a oportunidade de se conhecer. Ficou no ar pra você uma coisa errada. Eu não sou uma pessoa que persegui ou que fez mal a sua esposa. Apenas um amor escondido, o que ninguém tem direito de tirar de mim, já que nem falamos como amigos. É tudo o que aconteceu.

Eu não quero brigas atoa, nem por isso vou ficar brigando na justiça coisa atoa.

Minha saudação!

Nenhum comentário:

SENTIMENTOS

                 Sérgio Gibim Ortega Quando eu bebo eu sou rei. Já existe uma poesia assim. Meus sentimentos se afloram, e  choro s...